segunda-feira, 30 de março de 2015

Meigas Doçuras em sexo oral



.
O sexo oral é um dos preliminares mais apreciados pelos parceiros sexuais. Não existe homem que se prese, que não goste que a companheira do ato o brinde com uma carícia tão sedutora e prazerosa.

Pretende-se mostrar aqui como a sensualidade está presente no olhar luxuriante que a mulher oferece ao homem, bem como, toda a meiguice que coloca na forma de ter e dar prazer.

Muitas mulheres e homens não apreciam o que se mostra a última imagem. Existe no entanto, outros parceiros, que não dispensam esse final, onde a mulher ao aceitar que o homem ejacule para dentro da sua boca, oferece à acção e ao ego do homem o gozo total.

O que pensam as minhas leitoras e leitores do que mostram as imagens e do que escrevi?
.

domingo, 29 de março de 2015

Meiguice Sensual em Delírio Sexual




.
Quando existe carinho entre dois seres que querem estar juntos sexualmente, os sentidos eróticos, ultrapassam a mais fértil imaginação. E assim, fazem acontecer imagens deliciosas e de uma tesão incontrolável, como as presentes.

O beijo sedutor, a mão sobre os mamilos da mulher, acariciando-os suavemente, colocá-la por cima, faz acontecer no homem e na mulher, uma explosão vulcânica, em lava incandescente, em química efervescente,  que leva os intervenientes ao delírio...do prazer sem tempo limite.

Estas imagens transportam-nos pelos "Céus" ferventes de luxuria, fazendo com que, palavras que as descrevam, sejam meras baladas de excitação, num universo de ternura.

O que pensam sobre os factos que enumero?
............

sábado, 28 de março de 2015

Meu Amigo Negão... Um Anjo Sexual Insaciável

Olhava a praia e vendo aqueles corpos quase nus sentia em mim uma tesão de fazer ferver a água do mar.

Encontrava-me acompanhada pelo meu amigo Gaspar, um negão que conheci nos tempos de faculdade e que agora havia encontrado quando bebia café na esplanada da praia. Seduzia-me aquele corpo másculo, negro, forte.

Sentada na areia, arrepiava-me ao sentir as suas mãos atrevidas passar-me o creme solar nas costas. 

Ao fim da tarde, quando nos despedíamos, convidou-me a acompanhá-lo a fim de ficar a conhecer o seu apartamento. Concordei imediatamente, sentindo cada vez mais tesão por aquele homem.

Já no apartamento, demos um abraço, notando os seus dedos maliciosos percorrerem o meu corpo, enquanto os seus lábios beijavam os meus, e sorviam a minha pele, ouvindo os seus gemidos de luxuria, mostrando uma ansiedade louca por foder.

Ruiva quente nesta imagem impressionante bj animadoComecei por chupar aquele membro enorme, grosso, duro de tanta tesão, olhando os seus olhos que se fechavam cheios de prazer, enquanto ele me acariciava a face cheio de carinho.

Seguidamente senti a sua língua percorrer o meu corpo, lamber o meu grelo inchado, passar pelos lábios da minha vagina, em círculos maravilhosos, enquanto os seus dedos apertavam os meus mamilos erectos cheios de tesão. 
A minha vagina transbordava em líquidos viscosos que escorriam pelas minhas pernas, que tremiam e tanta excitação.

Notando como me encontrava algo assustava com a dimensão do seu pénis, convidou-me docemente para ficar por cima, comandando eu a introdução, com aquele pau que quase me varava de um lado ao outro, mas que me dava um prazer do outro mundo, sendo a minha tesão consumida por aquele corpo suado com sabor a chocolate.

Sentia o pau a bater no fundo das minhas entranhas, saboreando o carinho das suas mãos que me agarravam pela cintura, a fim de me descontrair e a ficam mais confiante.

Senti-me desfalecer com aquela foda monumental, gozando e tendo orgasmos múltiplos, enquanto me embalava naquela vara doida de tesão e potência.

A minha fome daquele corpo era louca e insaciável. Senti-me invadida, comida, fodida, de uma forma que nunca havia sido.
Continuamos bons amigos e de vez em quando repetimos o nosso desvario, saciando os nossos desejos e a  nossa tesão

Gostei de compartilhar convosco esta minha estória.
............................


quinta-feira, 26 de março de 2015

Conto erótico ou estória verdadeira?... Sexo a três.


Casei muito nova com o meu Raimundo. Tinha 17 anos. Passados 18 anos, começou a existir entre nós um certo cansaço conjugal. Falta de paciência, discussões assíduas, ausência de prazer.

Certo dia falou-me se eu não queria ir passar umas férias com um amigo, que trabalhava consigo e que acabara de se divorciar. Nunca gostei de passar férias com pessoas desconhecidas. Mas como era conhecido dele e colega de trabalho, acedi.
Apresentações feitas, reparei ser um homem da nossa idade, bem disposto, bonito, mostrando ter espírito aventureiro.

Assim, princípios de Agosto partimos em direcção à Costa da Caparica, onde o seu amigo tinha uma roulotte estacionada no parque de campismo, muito perto da praia.
Sendo eu a condutora ia através do espelho retrovisor olhando para o Carlos que seguia sentado no banco de trás. Bem-parecido, bom conversador. Passados alguns dias acabámos por ser todos bons amigos.

Certa noite, já deitados, reparei como meu marido sorria embora não dissesse uma palavra. Curiosa perguntei-lhe qual a razão daquele sorriso malicioso. Queres que te diga, respondeu. Sim. Claro.
Gostava que fizéssemos amor os três, Tu, eu e o Carlos. Fiquei bruta, levantei-me da cama, ameacei regressar a casa, chamei-lhe doido, tarado, entre outros nomes de igual ressonância, Acabei por acalmar e ir dormir... no sofá, saindo da cama

No outro dia, fomos para a praia, não me esquecendo da conversa anterior com o meu marido. Dei por mim a olhar mais para o corpo do Carlos. Perfil atlético, face barbeada, alto, simpático. Notei que a sua presença me excitava.
Chegada a noite, com o meu marido, de forma disfarçada fiz “correr” as palavras, fazendo-me zangada, para o contexto da conversa, da noite anterior.
Acabámos a fazer amor de uma forma fantástica. Quando acabámos, ouço o meu marido dizer baixinho: Pensavas nele, não é verdade? Estremeci. Era verdade. Fiz-me parecer aborrecida com a ideia dele, mas sei que não acreditou.

O Carlos fez anos e convidou-nos para jantar junto à tenda, ao ar livre, grelhados feitos por ele. Bebemos um vinho arrebatador e deparámos que sendo já altas horas da noite estávamos sozinhos os três. Estava de sainha curta, mostrando as pernas e o bikini. O Carlos de calção de banho, cor branca, mostrava o enchumaço do seu membro que estava erecto e não conseguia disfarçar o facto.
O meu marido reparando na química que começou a existir entre nós, disse que ia ao banheiro.

Assim que se deixou de ver, o Carlos aproximou-se de mim, e beijou-me longamente, pedindo desculpa de imediato. Não resisti. Não peças desculpa Carlos, eu desejo-o tanto como tu. E O teu marido retorquiu? Ri cúmplice. Não foram precisas mais palavras.

Entrámos na tenda já quase nus. Nossos lábios unidos numa tesão incontrolável. 
Já despidos sobre a cama, beijei-o no pescoço, desci aos mamilos, chegando ao pénis que comecei a chupar lentamente, para cima, para baixo, na cabecinha que ia ficando cada vez mais inchada e rosada.

Senti as minhas pernas a abrir e uns lábios e uma língua dentro da minha vagina, sugando docemente o meu clitóris, que saia dos lábios da vagina, já inchados de tanto prazer. 
Era o meu marido que tinha chegado e se tinha juntado a nós. Os gemidos de prazer ecoavam pela Roulotte como serena estava a noite.
Gozei de imediato tendo um dos maiores orgasmos da minha vida. 

Seguidamente o Carlos puxa-me para cima de si, convidando-me a sentar sobre o seu sexo que fiz, com gosto, não sem dar um gemido de enorme prazer, visto ele ter um sexo grande e muito grosso. 
Delirava de desejo ao saber que o meu marido estava a assistir e também cheio de tesão.

O Carlos pegando na mão do meu marido, puxou-o e, começou a chupar o pénis dele que latejava de tesão. Vendo tão doce carinho, fiquei louca de prazer.


Quando me estava a vir novamente, vi o meu marido ir à cozinha e trazer os dedos cheios de manteiga que docemente passou no meu cuzinho. Estremeci. Mas a minha tesão estava incontrolável. Senti a cabecinha encostar ao meu cuzinho e depois entrar lentamente, sentindo alguma dor, que logo a seguir se transformou em prazer. Voltámos a gozar noutros dias em que eles também se entregaram a outro sexo. Fica para contar noutra ocasião.

Esta foi a 1ª vez que estive com outro homem, só o fazendo por vontade do meu marido. Foi maravilhoso.

Gostaram da estória? Deixem o vosso comentário.
.

quarta-feira, 25 de março de 2015

Sexo anal ...Prazer ou Tara Sexual?


Imagem 1 - Provocando o parceiro para sexo anal


Imagem 2 - Que responde desta forma deliciosa


Imagem 3 - Ambos deliram cheios de Prazer


Imagem 4 - Tesão Maravilhosa durante o acto
com a parceira a abrir bem com as suas mãos.


Imagem 5 - Anal delicioso, pura arte e técnica


Imagem 6 - Fim do acto deitando o elixir do amor
..................................................................................
Muitas mulheres fazem um certo silêncio, considerando tabu, falar de sexo anal. Na minha opinião é do mais belo que pode existir numa relação aberta, compreensiva, de entrega total entre os parceiros.

Os homens adoram e as mulheres que o fazem também. A mulher que o não faz, deveria fazê-lo e assim ficaria a saber como é delicioso compartilhar esse prazer com alguém que se ama.

Muitas mulheres e até alguns homens consideram o sexo anal, não uma forma de obter prazer, mas sim, uma TARA sexual.  

Numa relação anal deve-se sempre que possível fazer uma limpeza ao recto que pode ser feita, por exemplo,  através de um clister. O uso de preservativo é obrigatório a fim de prevenir doenças venéreas, caso do HIV ( Vulgo Sida )

Sugiro às minhas leitoras e leitores, que não se inibam, e deixem aqui expressa, através de comentário,  a sua opinião sobre este assunto. Tara ou Prazer?
.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Posições Mágicas em acto Sexual de fazer "suar" o pensamento.

K. de NJ recebe-lo bem

Sim sim sim

Ladies isso é a maneira de montar um galo
,
Fala-se muito em arte e magia sexual. Pouco se fala de posições exóticas capazes de levar uma mulher e o seu parceiro à loucura Sexual.

Estas imagens mostram como a técnica pode estar associada à arte em posições de luxuria que não precisam de muitas palavras para fazer crescer forte desejo no nosso imaginário e fazer "suar" o pensamento.

Já experimentaram estas posições mágicas e tão apetecíveis?
.........

sexta-feira, 20 de março de 2015

Delicia e Arte em sexo oral


Imagem 1 - Delicia e prazer em sexo oral


Imagem 2 - continuando num prazer infinito


Imagem 3 - Arte e Sapiência


Imagem 4 - Prazer em gozo total
.......
O sexo é nos dias de hoje visto como um acto de prazer e não apenas de gerar a procriação. Vão longe os tempos em que a minha avó, outras mulheres atrás, e ainda outras mais à frente, faziam sexo apenas para terem filhos. 
Muitas nem sabiam o que era ter um orgasmo. Muitas de nós se lembramos ou sabemos da frase: "Tenho que servir o meu homem". Sexo e apenas isso. Prazer para a mulher pouco ou nenhum.

O Homem também olhava a mulher como um "balde" onde despejava e nada mais que isso. Felizmente que, com o evoluir dos tempos, as coisas mudaram e hoje muitas das caricias do sexo são imprescindíveis, sendo raríssima  a mulher ou homem, que prescindem dessas (carícias)numa relação sexual.

O sexo oral feito com arte e sapiência é uma dessas carícias que nós amamos e os nossos maridos, namorados, muito apreciam. Quem não gosta de sexo oral?
.....................

quarta-feira, 18 de março de 2015

Sedutoras Carícias em Prazer Sensual


Entrega, meiguice, carinho dado e retribuido


A parceira incitando o seu parceiro a fazê-la delirar


Ela delicia-se brincando entrando em delírio


Sabendo-lhe bem continua o aquecimento
de forma deliciosa e bem ritmada


Excitada a mulher acaricia o pénis durante a penetração


Ambos os parceiros no auge da excitação
..
Não será preciso escrever quando as imagens são de fácil leitura. Assim, fico-me pelas ditas e, convosco, deixo-me vaguear pelos acordes da imaginação

Espero que gostem da sequência.
.............

segunda-feira, 16 de março de 2015

Encontro Casual ... Sensual e avassalador



...........
Era o mês de Agosto, quando nos  conhecemos, naquela praia, onde nos encontrávamos deitados sobre a areia. Olhaste para mim com ar sedutor. Vi no teu olhar um desejo intenso, avassalador, como se, ternamente, me despisses do meu bikini vermelho. Senti que, perante o teu lânguido olhar, tinha ficado nua.

Disfarcei o estremecer do meu corpo que cedeu perante o teu olhar de desejo, e o teu sedutor...Olá, és linda, podemos conversar um pouco, porque ambos estamos sozinhos?

Conversámos durante toda a tarde. Rimos, brincamos, contámos histórias. Acabámos por jantar naquele restaurante à beira-mar. Convidaste-me para visitar o teu apartamento que ficava perto. Com um sorriso cúmplice seguimos conversando coisas banais.
Depois de beber um café, mostraste-me o teu ninho de amor. O desejo era mutuo, intenso e indisfarçável.

Despiste-me peça a peça enquanto os teus beijos percorriam o meu corpo quente e cheio de prazer.

Deitaste-te de costas convidando-me a sentar sobre o teu mastro, que estava erecto e pulsava de tesão.
Pediste-me para gravar em vídeo a fim de ficar como recordação do nosso encontro.

Acedi e, lentamente, sentei-me, guiando o teu falo para dentro da minha vagina sequiosa e molhada de tanto desejo e tesão. Pediste-me para "apanhar" o cabelo e olhar para ti para poderes ver o meu olhar e sorriso de luxuria e satisfação.
Depois de saciados, parti e, não mais nos encontrámos.

Espero que gostem do que vos contei.
.....

Sensualidade e Prazer em Anal luxuriante




.........
Mais vale olhar com olhos de ver, do que ler palavras de definição, são um facto indesmentível.
Luxuria e prazer numa relação sensual recebida com carinho por ambos os parceiros que não deixam margem para dúvidas o quanto o sexo anal, quando feito por prazer, é um dos melhores ingredientes da entrega sexual

Qual a vossa opinião sobre as delirantes imagens e texto que as define?
.

domingo, 15 de março de 2015

Oral Sensual em Fantasia de Prazer




A sedução não tem hora nem limites quando dois seres querem amar e fazer do sexo pura arte em erotismo e prazer.
Estas imagens reflectem tudo o que de mais belo pode existir em carinho, tesão e fantasia sexual.

São da minha opinião ou têm outro ponto de vista?
..

sexta-feira, 13 de março de 2015

Sedução e Ternura em Prazer Sexual





Doçura e prazer é a mensagem que estas imagens cheias de puro erotismo nos mostram, deliciando e exaltando o nosso libido.
Carícias iniciais, introdução cheia de ternura e prazer, numa posição deliciosa, em que ambos os intervenientes mostram alegria e doçura, terminando numa ejaculação onde o gozo é intenso

O que pensam destas imagens de ternura?
.

quarta-feira, 11 de março de 2015

Arte Sexual sob o controlo da mulher


Imagem 1


Imagem 2


Imagem 3
....................
Numa linguagem erótica existe quem seja de opinião que sobre a arte sexual já tudo foi dito e todas as lições já foram lidas e estudadas. Como mulher, sou de opinião, que não será bem assim.
A ternura num acto sexual é um dos ingredientes que jamais pode faltar. Uma mulher deixou de ser a submissa, a passiva, passando a ter um papel muito importante na acção, tanto ou até mais que o homem.
Se atendermos às imagens facilmente se confere que a mulher gosta de comandar/controlar o acto seja em que posição for. No caso específico das duas primeiras imagens, é notório o prazer, a arte de movimentos postos pela mulher que em vez de uma acção passiva, opta por uma acção mais activa, o que favorece o prazer de ambos os intervenientes.
Na 3.ª imagem é a mulher que "trabalha" a acção, gozando e fazendo gozar o parceiro, de uma forma que podemos considerar de sublime.

O que pensam das imagens e da minha modesta opinião?
.

terça-feira, 10 de março de 2015

Subtileza em Oral Sensual...








O sexo oral é uma pratica usual entre os casais. Pode acontecer em qualquer ocasião inclusive numa situação de encontro casual.
Quando praticado a gosto é de uma doçura sem limites como as imagens mostram sendo um bom exemplo da ideia que pretendo transmitir.
Terminar da forma que a última imagem mostra, é simplesmente divino, não concordam?

Pensam também assim ou têm outra opinião?
...