quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Pagamento ao canalizador.. Sedução e Sexo.

Moro numa casa que já tem alguns anos, então, a canalização de vez em quando dá problemas, principalmente na parte do lava louça, na cozinha. Tenho um canalizador que costuma fazer os consertos e revisões. É o Filipe Luz, rapaz habilidoso, um pouco careiro, mas profissional.

Só que, actualmente encontro-me desempregada e sem possibilidades de pagar o conserto que é uma coisa que fica sempre caro, pois teve que fazer algumas substituições de pequenos materiais. Fiquei aflita, pois não sabia nem como pagar, nem como lhe dizer que não podia pagar, mas tinha que fazer alguma coisa.
Lembrei-me de, enquanto ele terminava o trabalho, seduzi-lo, estando vestida já de matreira de saia curta e lingerie sedutora. Quando se deita virado para cima, para ver se estava tudo bem, eu tentei meter-me com ele, e com uma perna em cada lado, roçando com a minha calcinha no rosto dele onde de imediato ficou rendido...
Continuei noutra posição mas já cheia de tesão, não era intenção minha fazer tal coisa, pois gosto de pagar todos os trabalhos que me são feitos,  não desta maneira. Mas, dado ao meu estado actualmente tive que arranjar a forma de pagar sem ficar a dever. O Filipe Luz entendeu logo como iria ser a forma de pagamento, pois conhece-me bem, e cedeu à minha vontade.
Tivemos que acabar o trabalho de uma forma bem expressiva, onde os dois cheios de tesão e já no meu quarto acabámos por nos satisfazer os dois, esquecendo o serviço de canalização que foi feito. Chama-se a isto pagar com o corpo, mas o certo é que o fiz, porque o meu canalizador de alguns anos, Filipe Luz, era, e é um homem que sempre mexeu com os meus sentimentos. Então juntei o útil ao agradável...

Cada vez mais se vai vendo pagamentos de forma mais sedutora, concorda?

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Delirio em masturbação e delícia Oral

sense pausa per dalt i per baix
Masturbavas-te
num delírio de tesão incontrolável
Chupavas o meu sexo
Avida e docemente
Deixando-me  enlouquecer
De uma tesão sem limites
Desejo e prazer
Espaço ou tempo
Sem antes nem depois
No silêncio dos nossos gemidos
Deixámos acontecer
A vontade do pensamento
A luxuria em nossos sentidos
Onde só existíamos nós dois
Desfrutando o momento.
........

Preliminares e meiguices, retribuidos


Imagem 1 - Posição maravilhoso em mútuo prazer

Imagem 2 - Parceiro fazendo um oral deixando
a parceira em delírio

Imagem 3 - Fim em gozo, delírio e prazer
..................................................
Hoje deixo-vos olhando as imagens e imaginando e/ou imaginando-se. Eu vou ficar em silêncio...pensando.
....

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Duas mulheres. A Arte da Sedução e da Pureza em Amor

05
Duas mulheres quando fazem amor podem-se considerar simplesmente deliciosas. As mulheres fazem do carinho e da sedução "armas" de enorme sensualidade. Existe quem - também penso assim - que no reino heterossexual não existe tanto luxuria e sensualidade erótica como existe quando duas mulheres se amam e se entregam aos prazeres mais fervorosos do gozo e prazer
Lésbicas fudendo com strapon
Duas mulheres conhecem o corpo e sabem como melhor extrair prazer uma da outra. Quando decidem partir para algo mais profundo podem usar o Stap-on, o qual, usado com mestria e sapiência é das melhores coisas que existem em sexo. Adoro. Este ato sexual é divino de fazer crescar água na boca de tão belo e sedutor que é.
Existe quem considere fetiche, doença, sei lá que mais, duas mulheres gostarem de se amar. Na minha opinião é simplesmente AMOR e nada mais. E quem AMA merece ser amado. Ponto.
Obrigado pelas vossas visitas e comentários.


Fotos deslumbrantes de um ato sexual com o meu namorado

Foto 1
Foto 2
Foto 3
Foto 4
Foto 5
Foto 6
Foto 7
Foto 8
Foto 9
Foto 10
...........................................
Quando o meu namorado me convidou a fotografar as nossas fantasias sexuais, não achei muita piada. Mas como o amo muito e ele insistiu, acabei por ceder e, hoje, confesso que até gosto de olhar as fotos e deliciar-me com as recordação que me trazem. Deixo-vos com fotos desse nosso ato sexual, onde está incluído sexo oral, vaginal e anal. Gostamos de praticar todos os estilos e formas sexuais. A seu pedido compartilho com vocês algumas dessas fotos a fim de vos alegrar o dia e, quiçá, ajudar numa noite mais fervorosa e afectuosa.
Fiquem bem.

domingo, 27 de setembro de 2015

O Sexo Comanda a Vida - Vertentes, Conceitos e Analogias

Falar sobre sexo é sempre um factor de risco. Pode-se falar de tudo e esse tudo, para muitos é sempre suave e para outros é uma palavra agressiva, quase tabu.

O ser humano, na forma mais ampla o homem, e mais pacata e recôndita a mulher, quando na génese adulta, pensam, imaginam, são na essência sexual, perfeitos “animais”, nos instintos, desejos, vontades, e até, uns mais dissimulados que outros, nos comportamentais.

O adulto vive em função da influência dos desejos da carne. É o sexo que nos move, nos orienta, nos estimula. Temos vontades que reprimimos, mas que germinam e vivem no nosso pensamento em cada segundo que vivemos. A nossa cabeça é sexo, sexo, e depois do sexo… sexo.

O sexo nos tempos mais remotos era visto como motor de reprodução. Nada mais que isso. O Homem como sendo dotado de inteligência com o passar dos tempos foi-se humanizando - antes era mais animalesco na questão sexual – acabando por transformar o sexo numa prática mais poderosa, ou seja, mais como gozo e libertação da mente, do que propriamente do sentido procriação.

Não existe tema mais forte que leve o ser humano a perder as estribeiras numa questão educacional do que pensar ( ou fazer) sexo.

Durante o ato sexual dizem-se coisas que normalmente - recorrência de uma conversa de generalidades - nunca se diriam. Palavras soltas, berros animalescos, palavras consideradas ordinárias, morde-se, chupam-se os corpos até fazer as chamadas Negras, ou seja, o papel mais animal do homem/mulher revela-se, numa génese mais profunda e descomplexa, durante o ato sexual.

O sexo sempre existiu ao longo dos séculos. Infelizmente, muitas religiões e outros sistemas responsáveis, têm no decorrer dos tempos, destinado ao sexo, um papel algo de princípio proibitivo, negativo, algo que o ser humano, por o praticar, se devesse envergonhar. Tudo é discutível. O sexo não é excepção à regra.

As prostitutas fizeram do sexo, arma de trabalho, de onde retiram o seu sustento e o sustento de muitos e variados vícios. Ou seja, o sexo na sua vertente mais negativa.

Cada ser humano pensa e/ou tem a sua opinião sobre o sexo. A verdade é que o sexo deixou de ser uma prática a realizar por homem/mulher, na questão da procriação, para ser libertado das amarras desse conceito para se tornar mais amplo no sentido do prazer, autonomia mental, explosão do corpo na matéria de libertação da carne, numa questão nervosa. 
Hoje em dia o sexo é praticado numa génese mais animalesca, embora escondida dos olhares comuns, mas existente na realidade da vida. 

Homens com homens, mulheres com mulheres, trios diversos, swings de troca de casais, ou singulares, fazem da palavra/prática sexo, na opinião de alguns, algo de menos nobre, mas que é aceite por uma certa parte da sociedade como um tema próprio da evolução da génese humana em todas as suas vertentes.

Errado ou não, será para cada ser pensante, uma verdade que o próprio terá, ainda que, porventura a realize como um pouco do extracto de vivência e não como um desejo de rumo na sua própria vivência comportamental, de futuro, numa questão sexual, quiçá familiar. Essa será outra faceta do próprio sexo que nem todos gostam de seguir, ou admitem seguir.

Mesmo vivendo actualmente numa época mais liberal em que a diversidade sexual, como atrás escrevi, é uma inegável realidade, e até sendo  respeitada a liberdade sexual, essa é despertada pelas opiniões mais comuns – não que para si as queiram ou desejem – existe ainda um padrão de aprisionamento no que concerne à liberdade sexual de cada um. O que para uns é bem feito, para outros, mesmo sendo igual, já não o é.

O sexo hoje, numa liberdade mais ampla, serve para tudo. É uma máquina infernal e demolidora, que aprisiona as mentes humanas, estando presente em cada momento da sua vida. Nos empregos, nos transportes públicos, nas festas com amigos ou não, nos encontros ocasionais, nas redes sociais, e em tantos e tantos lugares análogos. O sexo comanda o comportamento humano. O resto é palavra vã de convencionado próprio ou de outro, alguém.

Perante o tema sexo vive-se, diariamente, nos mais diversos e comuns lugares, a chantagem emocional, a traição, o assédio, a liberdade corporal, entre outros comportamentos análogos. Pelo sexo perde-se o respeito pela pessoa que connosco vive, seja casado, namorado, ou outro.

Fazer amor pode/deve ser feito com sexo ou sem sexo. Como em igual partilha existe sexo sem amor. Dizer que não é assim, é pensar diferente que deve ser respeitado, mas que não será convencional para todas as mentes. Existe sexo, vive-se o sexo, o sexo comanda a vida. 
Penso eu de que…   

Mergulho serenamente dentro da tua luxuriosa excitação

68 o 69? #morborank
.........
Arrepias-me, quando nua
Te deitas sobre mim
e me convidas a abraçar-te
A chupar-te
Devassamente, demoradamente
"Embebedo-me" com teus sucos de mel
que saem quentes da tua gruta
Que vertem na mais saudável essência
Sinto como abres as tuas pernas
E me ofereces o teu sexo molhado e ansioso
Sinto o calor dos teus lábios vaginais
Dos outros lábios, deliciosos tanto ou mais
Do teu desejo, meiguice, ensejo
Deslizas sobre o meu sexo
Que adoras, que devoras
Em gestos, delicias labiais
Deixas-me mergulhar em ti
Em fantasias sensuais
Deixando-me louco de tesão
Na mais forte exaltação
Acaricio num terno e lânguido abraço
a tua pele sedosa, que alivio do cansaço
Delicio-me com a tua provocação
E sem resistir à tentação
Mergulho serenamente dentro
Da tua luxuriosa excitação
...........................


sábado, 26 de setembro de 2015

Convite do meu chefe que acabou em Delírio Sexual.

Quando o meu chefe me convidou para ir beber um drinke ao seu apartamento, confesso que ia algo receosa, pois não o conhecia bem ao nível de maior intimidade.
Quando nos sentámos no sofá, senti como ele, de forma atrevida, mas muito  carinhosamente me beijou, acariciando-me os seios, beijando-me os mamilos, colocando os meus peitos livres do soutien. Sem dar tempo a que nos despíssemos, desceu e de forma voraz, desviou a minha calcinha fio dental e, com a lingua ávida de desejo, começou a massajar/beijar o meu clitóris e lábios vaginais, deixando-me louca de desejo e tesão, embora algo ainda inibida pois não esperava tão rápida decisão.
Seguidamente levou-me para o seu quarto onde carinhosamente se, e me despiu, mostrando-me como estava excitado, convidando-me a saborear os prazeres da vida ao nível sexual. Perante tão bela visão não hesitei mais e....
Sentei-se sobre o seu pénis que desejava entrar em mim. Sentir o seu abraço foi das mais belas situações que me podiam acontecer. Tal, ajudou-me a desinibir por completo, entregando-me ávida mas serenamente ao gozo e luxuria da introdução.
Após seis meses acabei o contrato e saí do emprego mas continuo a ser amiga intima do meu antigo chefe. Adoro estar com ele, sentir como me beija, explora o corpo com suavidade e carinho.
Espero que tenham gostado desta minha experiência. Imagino que muitas das minhas leitoras já viveram situações semelhantes. Querendo pode deixar o seu depoimento, mesmo sendo discordante.
.

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Sonho de masturbação ( Poema e Imagens )

.
Sentia-me só
Cama vazia de ti
Lençóis enrugados
Travesseiro nu
Faltavas tu
Para me saciar
De tantos desejos molhados
Apagar aquele calor
Essa tesão sem fim
Pele húmida
Por águas salgadas
Qual suor de desejo
Em desvarios sonhados
Mil sensações
Vontades e emoções
Imaginação
Em esvair da tesão
Numa delicada máquina
Que fez de ti
tomando conta de mim
Em sonho de masturbação
Acordei...sentindo
os carinhos da tua mão
Agonia?
.........

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Acendi a luz - Olhavas-me lânguida, carente

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,
Acendi a luz
Olhavas-me lânguida, carente
Vestias uma combinação de seda branca
Suave, macia, sedutora
Percorro o teu corpo com o olhar
Que transmitia fogo ardente
Em labaredas de tesão
Ardia em mim um fogo sufocante
Chamas de paixão queimavam o meu sexo
Que desejava o teu
Que se mostrava em teu corpo esbelto e já nu
Fazendo nascer em mim
Loucos devaneios sexuais
Olho-te longamente, apaixonadamente
Sentindo ferver os meus desejos 

Acaricio-te com a minha língua
Sentindo como os teus lábios se entregam
À doçura dos nossos beijos
Viajo pelas curvas do teu corpo
Como um leão faminto
Deixo sair um grito abafado de instinto
Abres as pernas, delirante, perdes a razão
Com os dedos acaricio os teus mamilos
Descendo pelos vales do descontrolo
Perco  todo o controlo
Quando beijo a tua vulva húmida
Transbordando de tesão
...................

Mulheres quando grávidas, podem ou não, fazer sexo - Dicas e conselhos..

Muitos casais evitam ter sexo durante a gravidez - partir do 7/8º mês -, pois por algum desconhecimento, pois imaginam que podem magoar o bebé. Total tabu. É um facto que a mulher se sente desconfortável por ter a barriga mais saliente, mas também é verdade que, ambos os parceiros têm de conseguir arranjar posições, apelando à imaginação, que lhes permitam fazer sexo sem quaisquer problemas ou entraves.
A partir do 3/4º mês de gestação, por norma, a mulher deixa de sentir enjoos e por isso a pré-disposição a nível de sentir desejo sexual é maior. Acontece, que muitas vezes a mulher se acaricia e acaricia a sua xaninha pois o desejo começa a fluir aos sentidos. Estas situações acontecem mais vezes que aquelas que se julga e/ou comenta. Mormente se ambos os parceiros pensarem que é prejudicial para o bebé, a introdução do pénis na vagina, o que não é verdade.
Segundo os sexólogos não existe qualquer problema para a mulher. e/ou para o feto, ter sexo durante a gravidez. Existe sim, a chamada posição de quatro (4) que pode, para a grávida, causar algum sangramento, sendo por isso de evitar durante a dita gravidez. Existe muitos sexólogos que dizem que esta posição é apenas tabu e que se pode e deve fazer quando da gravidez da mulher. Outros como já disse defendem o contrário. Penso ser uma opção e escolha dos parceiros. Se se sentirem bem, não existe qualquer problema.
Em função da barriga saliente deve-se procurar posições que facilitem que a introdução se torne prazerosa para o homem e para a mulher. Uma delas é a mulher ficar por cima
Nesta posição ou na que lhe mostro a seguir, a mulher controla a situação a seu belo prazer e por isso são posições a praticar quando a mulher está grávida
Outra boa posição é a chamada de ladinho em que o homem fica por trás da mulher, acariciando-a nos peitos, no pescoço, no clitóris, ou noutro local qualquer do corpo, desde que tal lhes dê conforto e prazer, enquanto acontece a introdução.
Todas estas considerações são para quando não existe gravidez de risco. Se existir chance de poder acontecer aborto ou parto prematuro, deve consultar  ( deve fazê-lo sempre em qualquer situação ) um/a ginecologista e seguir sempre as indicações desse.
Outra das boas posições é o homem de pé, segurando a perna da parceira, estando essa de ladinho. É uma posição deliciosa e de muito agrado de quem a pratica.
Embora se possa sempre fazer e se deliciar com a prática do sexo oral, o certo é que esse, é mais vezes praticado quando se está no finalzinho ( perto dos 9 meses) da gravidez. E porque não fazê-lo se a ambos satisfaz?
Evidentemente que existem muitas e variadas posições. O que interessa é ambos conseguirem ter sexo/amor em escolha e sintonia de vontades e desejos. 

Se estiver grávida não se iniba de gozar , e fazer gozar, o seu parceiro com as delicias do sexo.
...

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Perder-se nas entranhas do teu sexo

.........................
Quero sentir-te em mim, ofegante
A tua lisa pele, de tesão, arrepiada
O teu corpo em fogo, latejante
Entre beijos de língua molhada
.
Quero sentir os teus beijos sensuais
Teus peitos, tesouros inexplorados
Perder-me em teus lábios vaginais
Delirar em teus mamilos eriçados
.
Quero ouvir teus gemidos de prazer
Nas emoções do consolo, complexo
Quando sentes a língua do meu querer
Perder-se nas entranhas do teu sexo
....

...................

Vibradores: Dicas como os usar para maior satisfação sexual da mulher

Por diversas razões, existem mulheres que não conseguem atingir o orgasmo com um parceiro masculino. E se o conseguem, por vezes não tem aquela intensidade que muitas desejariam.

O vibrador sempre existiu. Não no formato que existe hoje, mas noutro, como por exemplo, o uso de uma banana, um pepino, cenouras, até uma massaroca de milho - geralmente quando ainda verde - entre outros utensílios que no caso especifico eram usados - e ainda hoje o são - pela mulher para sua satisfação sexual. 

O vibrador é um brinquedo, normalmente equipado com pilhas, ou ligado à corrente eléctrica, que serve para dar satisfação sexual, numa mais eficaz simulação erótica, existindo em grande variedade de tamanhos e formatos.
Muitas mulheres, falando em particular dessas, pois também existem homens que os usam, adquirem vibradores sem saber muito bem como os usar na forma que lhes possa proporcionar maior conforto, gozo e prazer. Permito-me deixar aqui algumas dicas:

1.º- Antes de começar a usar o vibrador deve certificar-se que o dito está quente/morno, ou seja, a uma temperatura agradável, de forma a não “cortar” o prazer quando toca os lábios da vagina. 
Pode embrulhá-lo num papel - folha de alumínio de preferência - e coloca-lo alguns/poucos segundos dentro do micro-ondas, ou debaixo da roupa da cama junto, sem ser colado, a algo que esteja a aquecer a dita. Saco de água quente, por exemplo. Também, embrulhado no dito papel, pode colocá-lo directamente, o tempo estritamente necessário, sobre o referido saco de água quente.
2.º- Comece por acariciar a vagina com os dedos molhados de um creme viscoso, escorregadio, passando a ponta do vibrador, sobre o clitóris, antes de o meter na mencionada vagina.
Pode inclusive estar a ver um filme pornô/erótico, ou fotos insertas em revistas próprias, que versem , sobre a matéria sexologia. Tais factores, embora digam que não é preciso, o certo é que ajuda e muito.

3.º Lentamente massaje as partes do seu corpo em que sinta maior prazer, com uma das mãos, podendo inclusive usar o vibrador ligado, a fim de sentir as vibrações e assim se acostumar ao barulho que normalmente excita os sentidos. Passe o vibrador pelos mamilos que normalmente adoram essas carícias ficando erectos, desejosos, fantásticos

4º - Já bem excitada coloque a ponta do vibrador – convém que seja anteriormente oleado de creme – na vagina e, lentamente, comece a passa-lo para baixo e para cima, alternando a velocidade a gosto, de forma a sentir maior prazer. 
5º- Depois de passar o vibrador pelo clitóris, meta de forma lenta a ponta desse na vagina que pode abrir os lábios com os dedos da outra mão a fim do prazer ser maior. Meta até ao fundo de forma a sentir o bater da ponta vibratória bem no fundo da vagina.
Existem mulheres que só de passar o vibrador pelos lábios vaginais e clitóris atingem de imediato o orgasmo. Não se iniba se tal lhe apetecer. O que interessa é o gozo e não a forma de o ter ou alcançar.

6.º- Depois de atingir o orgasmo, limpe o vibrador – se possível não usar água da torneira ou outra – mas sim um creme próprio para lavar/limpar o dito após a sua utilização. Pode usar sabão em creme na sua parte externa, tomando o maior cuidado a fim de não “entrar” na parte afecta às pilhas ou à ficha eléctrica.
Os vibradores têm como “missão” provocar orgasmos intensos, quiçá “violentos” independentemente de serem grandes ou pequenos. É uma questão de escolha e gosto. O que interessa é usá-lo de forma correta.

Existem também vibradores de dupla penetração, como mostra a imagem. Normalmente são vibradores eléctricos embora também existam manuais com e/ou sem pilhas. A forma de os usar assemelha-se à forma de usar de apenas um. Muito creme, muita perícia, gosto, desejo, luxuria, e vontade de os usar para satisfação sexual

Noutro texto falarei mais e melhor dos vibradores de dupla penetração.
......

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Duas amigas insaciáveis em amor e... sexo..

Gifs pornôs - Lésbicas gostosas e tesudas fazendo sexo
O sexo heterossexual  pode ser bom como é bom tudo em sexo. Mas a verdade é que duas mulheres se amando é do mais belo e carinhoso que pode existir em sexo.
Uma mulher beija com carinho e sabe tirar da sua parceira o melhor que ela tem a nível sexual pois conhece o corpo feminino e isso dá-lhe maior capacidade para gozar e fazer gozar a parceira.
Sugar os mamilos, "entalando-os" entre os lábios, tocar-lhe com a ponta da língua molhada em saliva é uma loucura maravilhosa de levar uma mulher ao céu, eroticamente falando. Delicioso demais.
Quando duas amigas se entregam aos prazeres mais profundos do sexo acontecem imagens como esta. Uma delas encosta os lábios aos lábios vaginais da parceira, sugando o seu clitórios, "mordicando-o" com toques suaves e luxuriantes. Deve olhar a parceira pois assim vendo como essa goza, fá-la gozar também. Ver os gestos e esgares faciais uma da outra, são o melhor tónico que alguém pode ter, ver e sentir.
A amiga que faz o oral, pode (e deve) com uma das mãos acariciar o peito da parceira, abrindo essa e com a palma da dita, em rodopio, massajar o mamilo que, por norma, cresce desmesuradamente cheio de prazer. É bom de mais.
....