quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Sexo no campo... Amor e tesão

Sexo no Campo
.
Sentaste-te sobre mim
Em desvario de tesão
Tomaste o meu corpo
Como nunca até então
.
Amar deliciosamente
Num ambiente de união
Senti seguramente
Que querias a introdução
.
Tomaste o meu corpo
Que fez delirar o teu
Deixando-me tão louco
Por sentir-te receber o meu
.........

6 comentários:

  1. Que poema tão poderoso.. ia lendo e imaginando-me num cenário desses.
    Fantástico, até me deixou de pau duro!!Muito bom

    Abraço, Nuno Filipe

    ResponderEliminar
  2. Hummmmm olha que hoje estava num destes dias.. apetecia-me fazer estes versos contigo,. Upss
    Adorei

    Bjusss

    ResponderEliminar
  3. Que poema lindo e arrebatador...deixa qualquer com tesão!
    Gostei:-)


    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Ah o delicioso sexo selvagem- quiça no mato mesmo!
    Abçs^.~

    ResponderEliminar
  5. Um poema dum erotismo e tesão notável...a imagem em plena natureza arrebita e de que maneira...adoro o ar livre e fazer amor em comunhão com a natureza é divino...hummm

    ResponderEliminar