sábado, 30 de abril de 2016

Deixo em ti meu elixir de amor. ( poema Erótico)

Lábios de vagina, clitóris de tesão
Meu pénis desnudo, fremente
Pele, suavidade, devassa paixão
Desejos de volúpia, vibração
Corpos unidos, fluxos amantes
Gemidos que docemente
Soam em carinhos escaldantes
Em teu sexo entrego meu prazer
Entro em ti, pétala de purpura flor
Deposito meu desejo, meu querer
Ofereço-te meu elixir de amor
Que recebes na doçura do teu ser


12 comentários:

  1. Sábado de manhã. 8:27h. Sinto calor. Não consigo dormir. Os lençóis cobrem o meu corpo. Estou nua. Gosto de dormir assim. Com o tecido a tatear-me a pele e a embalar o sono. Vou ler. Delírios de amor e sexo. Mais um post. É do Nuno. Sorrio. Bem escrito. Fluente. Quente. A soltar a imaginação. Viro-me de barriga para baixo. Roço o colchão com o corpo. Abro ligeiramente as pernas. Lembro-me das minhas aventuras. E das palavras que li. Imagino o conforto de uma cama de hotel. Ou de um banco traseiro de um carro. O calor das palavras escritas a transportarem-se para o meu ouvido. Imagino pele na minha pele. Um respirar no meu corpo. Abro mais as pernas. Fecho os olhos. Sinto uma língua no meu peito. Sinto saliva nos meus mamilos. Demorada. Doce. Devagar, alguém que desce pelo meu corpo. Abro ainda mais as pernas. O pensamento parece quase real. Imagino dedos. Quero que me toquem. Sem medo. Sem pudor. Nu. Só meu. Num segredo guardado. Lembro-me da minha fome e quero. Dentro de mim. Toco-me. Estou molhada. Toco-me mais. A minha perna estremece. Agarro-me à cama. Estou nua. Quero. Outra vez. Atrás de mim. Entra. Sai. Entra. Sai. Entra. Entra. Entra. Toco-me. Molho os dedos. Toco-me. É quase real. Toco-me. Gemo. Toco-me. Toco-me. Ai. Ai. Venho-me... só com palavras. Eu... sou real. Tu...
    Beijo. Laura A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Laura A

      Li com toda a atenção e carinho todo o teu texto. Muito bem escrito. Palavras de um erotismo e volúpia ímpar.Imaginei-te nua sobre esses lençóis. Imaginei-me, contigo, desfrutando da beleza das tuas palavras. Das tuas acções, dos teus voluptuosos gestos. De repente, saído das entrelinhas da lubricidade das tuas palavras, uma pergunta me assaltou:

      Quem és tu, Laura A?

      Beijinho

      Eliminar
    2. Não costumo comentar os comentários de outras pessoas mas não resisto a fazê-lo com o comentário da Laura A. Escreve maravilhosamente bem. Texto bem pontuado, palavras e frases repletas de erotismo. Nota-se ser uma pessoa letrada.

      Amigo Nuno: Também fiquei curioso em saber quem será tão sábia e sedutora escriba.

      Eliminar
    3. Sem dúvida amigo Rick, sem dúvida

      A Laura A, escreve com sapiência. Tem doçura nas palavras, volúpia nas frases, ternura em todo o contexto.

      Intriga-se sinceramente

      Abraço amigo Rick

      Eliminar
  2. Que delícia um poema de pura luxúria para animar o sábado... combinado a uma foto que é um tesão :P
    Lindos e flamejantes versos, Nuno.
    Tenha um sábado pleno de alegrias e prazeres.

    Beijos

    http://odiariodaescrava.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga {Λїtą}_ŞT

      O que escreves não são palavras vãs. São caricias em gestos de doçura

      Feliz Sábado para ti também

      Eliminar
  3. Deixei-me levar pelas palavras e contemplando a imagem, senti-me excitada! AMEI!

    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Um poema que deixa qualquer pessoa num ataque de tesão!! upsss :-)
    BOM DEMAIS !

    Beijinhos Meu Lindo.

    ResponderEliminar
  5. Amigo Nuno

    Mais um enorme poema escrito com sapiência e doçura. És um poeta de eleição
    A imagem deixa um homem perdido entre o pensamento e a imaginação

    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  6. perco-me quando a companheira de prazer geme...
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Antes de mais quero dar as boas vindas à Laura que julgo ser nova aqui! Noto uma sapiência aliada a um grau de sensualidade fora do comum. Adorei o seu texto!
    Parabéns ao Nuno que se tem revelado um poeta dum erotismo douto e de louvar. Este poema está altamente....

    ResponderEliminar