sexta-feira, 8 de abril de 2016

Grávidas: - Algumas Posições Sexuais durante a gravidez. Soluções alternativas para a penetração.

Hoje vou falar-vos um pouco do sexo com grávidas. Muitos futuros papás e mamâs sentem alguma relutância em fazer amor/sexo quando a mulher fica grávida. A nossa querida Raquel Pinto já escreveu ... AQUI ... sobre o assunto, numa publicação super bem escrita, assertiva, onde foca as mais variadas situações, causas e efeitos, sobre o tema, pelo que, merece da parte de todos nós uma leitura atenta. Por isso não me vou alongar muito sobre as vertentes mais "criticas" da acção durante os nove meses de gravidez por parte da mulher.


Permito-me assim falar-vos somente de algumas posições - entre outras que o momento faça escolher - que homem e mulher podem ( e devem...) adoptar a fim de gozarem os prazeres do sexo durante a gravidez da parceira. Nesta imagem, a mulher está, confortavelmente,  deitada de costas, podendo o homem, adoptar duas ( entre outras que considere mais apropriada) posições: Em pé ou de joelhos. A mulher abre as pernas, descansando os pés sobre a cama ou faz descansar as pernas "abraçando" as ancas do homem. Assim, de forma lenta e pausada, a relação acontece ao gosto de ambos os parceiros


Outra das posições que mais agradam aos parceiros - visto que a mulher ficando por baixo do homem em função da barriga dificulta a acção - é ficar por cima. Assim, controla a cadência da introdução de forma a que se sinta confortável e goze a acção de uma forma perfeita e deliciosa.


Pode acontecer que quando se chegue perto dos nove meses de gestação, a barriga, "estorve" ou cause algum desconforto na mulher. O sexo oral é sem dúvida um "substituto" da introdução que muito agrada ao homem e delicia a mulher que gosta de satisfazer o seu parceiro.


No caso que está em "discussão", o sexo anal também é muito apreciado e uma óptima solução alternativa, quando a barriga está no auge da sua dimensão. Muitos parceiros não praticam por esta ou aquela razão, mas a verdade, é que é um magnifico "substituto" da relação vaginal e/ou oral.

Sei que muitas outras posições podem e devem acontecer durante a gravidez da mulher. De ladinho, de quatro (4), enfim.... muitas à escolha dos intervenientes. Deixo apenas algumas alternativas que julgo apropriadas à acção.
Nunca deixem de gozar as delicias do sexo só porque a mulher está grávida. Arranjem formas e posições ao vosso gosto, em que se sintam confortáveis.

Fiquem felizes
.

8 comentários:

  1. Muito bem Vanessa...ajudas a afastar o "mito" do sexo durante a gravidez.
    Cá fico

    ResponderEliminar
  2. Um tema muito importante a ser abordado. Poucas vezes se fala nisso e cada vez mais é importante. Bom post

    ResponderEliminar
  3. Muito bom o tema, Vanessa.
    Realmente não há motivo para suspender o sexo durante a gestação; gravidez não é doença, ao contrário, é sinal de que a mulher está mais que saudável pois mulheres doentes raramente engravidam ou podem levar a gravidez adiante...
    Vc sabia que existe homens que têm fetiche por mulheres grávidas e gostam mais de fazer sexo com elas? Este fetiche é chamado de pregnofilia e não julgo pq até eu fiquei excitada olhando as imagens rsrs.
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. As mulheres ficam mais sensíveis e,fazem bom sexo.
    Os homens ficam danadinhos por pegá-las e fazer sexo bom e gostoso.

    ResponderEliminar
  5. Quem não fica excitado com este tipo de post e mensagem...
    Toda a gente...

    ResponderEliminar
  6. Um post muito importante!

    Durante a gravidez, a mulher pode falta de apetite sexual, bem como, ter mais ainda. Depende da mulher e depende das gravidezes. Muito homens durante a gravidez nem entendem que a mulher pode não estar disposta.Ou, quiçá, poderão-se arranjar formas diferentes para que a mulher se sinta o mais confortável possível. Basta que haja paciência e compreensão da parte de ambos.

    Parabéns pela tão importante postagem!
    Beijoos
    Anjinha Sexy

    ResponderEliminar
  7. Existem grávidas que não têm mesmo vontade, se o fazem é por "obrigação" No entanto, hoje, a coisa é bem diferente, existem "mil e uma" maneira de fazer amor durante a gravidez, não que que nunca existisse. Mas acredito que meu tempo de jovem seria bem diferente. Era a "vergonha" e o Homem olhar só para o seu umbigo, Ou seja, era aquilo e aquilo mesmo.

    Graças a Deus que as coisas mudaram e tudo é muito mais liberal
    Parabéns pela abordagem que é tão importante.

    Bjos

    ResponderEliminar
  8. Eu fazia de ladinho, até um dia antes!

    ResponderEliminar