sexta-feira, 17 de junho de 2016

Encontro com um desconhecido. Sexo em noite de trovoada. Gemidos no escuro.

Mês de Abril. Filipe e Andreia ( nomes fictícios) falavam através do facebook. Não se conheciam pessoalmente. Imaginavam-se fisicamente. Tal facto excitava o pensamento de ambos.
Dia de Quarta-Feira. Através daquela rede social, combinaram ir beber um café, ver uma sessão de cinema, falarem olhos nos olhos, conhecerem-se, na noite de Sábado para domingo.



Quis o destino que as habituais trovoadas de Abril caíssem sobre a cidade de Lisboa, local escolhido para o encontro. Depois da sessão de cinema, Filipe, convida a Andreia, a irem até ao seu apartamento a fim de conversarem mais um pouco. Ambos tinham gostado da presença física e intelectual um do outro. Andreia aceitou de bom grado.


Filipe abraça Andreia. A cumplicidade entre os dois era notória. Ambos sentiam o ambiente quente e fresco numa mistura que os inebriava e empurrava para os braços um do outro.




Acontece o beijo. Fogoso, profundo, onde a fantasia parecia voar por entre as vertentes mais abrasadoras dos seus corpos. Desapareceram as roupas. O suor, feito gotas de excitação, tomou conta dos seus sentidos.



Andreia desce pelo corpo de Filipe. Presenteia-o com os seus quentes lábios e língua num delicioso oral. Filipe delirava de prazer. Os carinhos e carícias da Andreia eram escaldantes. Sapiência em movimentos de sensualidade. 



Filipe levanta Andreia. Imita-a, descendo e fazendo deslizar a língua pelo seu corpo, parando no seu sexo. Andreia levanta a perna direita, deixando que Filipe a delicie, e se deleite, com o elixir da sua vagina que está em elevada excitação. Os fluidos do seu desejo saciam Filipe. Ambos vibram de exaltação e prazer.



Filipe levanta-se e beija Andreia. Os sexos tocam-se. Desejam-se. Filipe levanta Andreia, conduzindo-a ao seu quarto.


Onde a acaricia suavemente, lentamente, sentindo em seus dedos como a vagina de Andreia se encontrava em elevado grau de excitação, em luxuriosa sensualidade.




Filipe passa o pénis pelo ânus e vagina de Andreia, que delira e se empolga sexualmente cada vez mais a cada gesto para cima e para baixo.

Lá fora a trovoada continua. Está mais próxima e mais forte. Cai um relâmpago, ouve-se o forte estrondo de um trovão. 

Desliga-se a luz em função desse impacto da natureza ... depois ... apenas se ouvem, vindos do escuro, gemidos de prazer.
.

30 comentários:

  1. Fato semelhante aconteceu comigo, a diferença é que já nos conhecíamos pessoalmente. O primeiro encontro foi assim...depois de um café, o hotel onde eu estava, uma noite chuvosa de sexo quente, devasso....quanta saudade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva amigo Marcelo

      Existem estórias coincidentes que jamais se esquecem.

      Aquele abraço

      Eliminar
  2. Gostei tanto desta estória que, me deu vontade de, ter assim um encontro com uma pessoa especial...

    Bjos, meu lindo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Larissa

      Verdade? E o que te impede de ter esse encontro?

      Bjuuuuuuu

      Eliminar
    2. O que me impede?
      Apenas e simplesmente a distancia...e era preciso que ele quisesse ´... upss... cala-te Larissa.

      Bjos

      Eliminar
    3. Larissa

      E as distâncias existem quando se gosta de alguém?

      BVeijuuuuuuuuuuuuuuuu

      Eliminar
  3. Sexo com um desconhecido ocupa, indiscutivelmente, o primeiro lugar na minha lista de preferências. A adrenalina, a descoberta, o misto de sensações são, sem dúvida, um elixir para a alma e um tónico revigorante para o corpo. Gosto do primeiro olhar, do primeiro toque, do primeiro respirar ofegante perto do ouvido. Gosto do segredo, da energia, da descoberta. E estas sensações são um bálsamo numa vida que é demasiado curta para rejeitar momentos de qualidade. Mas, atenção, não são todos os desconhecidos que me conseguem cativar. Sou muito seletiva. Gosto de homens que primam pela inteligência, que têm sentido de humor, que têm uma escrita de qualidade, que me tocam com as suas palavras e que me deixam a sonhar com as suas metáforas. Que sabem ler nas entrelinhas e que entrelinham as frases que escrevem. Gosto de atitude, de personalidade, de saber estar e não dispenso a dedicação. E, nesta forma de entrega, consigo sempre dar o melhor de mim. Basta haver a quem dar... Beijo. Laura A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LAURA A

      Deixo no ar uma pergunta:

      Existirá no mundo um homem com todas essas qualidades que fazem o teu gosto?

      É que eu até já imaginava certas coisas mas depois de ler este teu comentário achei-me o PIOR desconhecido do mundo para que possa satisfazer... alguns ... desses teus tão selectivos gostos, :-))))

      Beijo. Nuno Filipe

      Eliminar
    2. Caro Nuno, esqueci-me de uma qualidade que é fundamental... Gosto de homens que dêem luta, mas que conheçam o momento certo para o fim da batalha. Tenho pena que uses um adjetivo tão forte para te caracterizar. Os sorrisos pouco suavizam o valor negativo da palavra e a força que quatro maiúsculas podem ter. Não te conheço, mas... És inteligente. Ponto! És um excelente escritor. Ponto! Consegues fazer com que te cobicem. Ponto! Deves ser um doce de pessoa. Ponto! Deves ser envolvente. Ponto! E sabes que és tudo aquilo que aqui escrevo e o poder que as tuas palavras têm nas tuas leitoras. Ponto! Por isso, desejo-te o melhor do mundo e que tenhas muito sucesso neste teu projeto de escrita. Felicidades! Laura

      Eliminar
    3. LAURA A

      Vais abandonar-me?

      Não pode ser... Ponto e... virgula?

      Fiquei triste.

      Eliminar
    4. Nuno, tu és muito atento e cavalheiro, escreves muito bem e mexes, tal como o PDR, com o mulherio. És um amor no que respeita à questões sérias, guardas segredos e eu já te pus coisas minhas nas tuas mãos e olhos e sei que sempre me vais ser aquilo que é a tua essência :um grande homem. Nunca te pedi luta nem o faria se eu sou casada, porque não serás tu?

      Eliminar
    5. Pink Poison

      Obrigado pelas tuas palavras lindas e que me cairam no coração. Sim, jamais não respeitarei um segredo de uma amiga

      Fiquei comovido com as tuas palavras que sei serem sinceras

      Beijão grande

      Eliminar
  4. Muito excitante, Nuno.
    Sexo com desconhecidos tem sempre o sabor da novidade.Estive ausente por uns dias, sem tempo para visitas mas já estou de volta pq gosto de estar aqui.
    Tenha um fim de semana repleto de alegrias.

    Beijos

    https://odiariodaescrava.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Vita

      A tua presença é um balsamo para este NOSSO cantinho...As tuas palavras um perfume de flor bravia.

      És uma mulher linda

      Beijo

      Eliminar
  5. Já tive sexo na primeira vez que conheci alguém pessoalmente que conhecia apenas na net. Mas acho que não repito, porque afinal, não se trata de uma pessoa de quem se saiba alguma coisa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pink Poison

      Fala-se muito em química. Se existe muito bem. Se não existe nada feito. Mas mesmo assim apetece-me deixar no ar uma pergunta:

      " A tesão tem química?"

      Penso que a tesão entre homem e mulher depende apenas de uma coisa: Luz apagada ou luz acesa....

      Quem não vê não ouve Deus, lá diz o ditado...

      Ou seja: De luz apagada... marcha tudo
      ...................................
      Mais a sério.

      Confesso que até é perigoso olhando a que, como dizes e bem, pouco se sabe sobre essa pessoa. Mas se existir química...lá está...alguém pensa nos ... pormenores?

      Fica feliz

      Eliminar
    2. Sim a química quase nem nos deixa dizer olá

      Eliminar
    3. Pronto

      Vencesate

      Bjuuuuuuu carinhoso

      Eliminar
  6. Nuno Filipe.... tuas imagens impressionam pela qualidade e pelo contexto de tuas ótimas histórias!!!!
    O post de hoje me remete a um conto de mistério, deixando em suspense o que vai acontecer com dois desconhecidos, na noite de Lisboa (que deve ser uma cidade linda.... é um dos meu sonhos conhecer essa cidade!!!!).
    Bela história... com imagens que impressionam-me vivamente!!!
    Um grande e admirado abraço!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva amigo PEQUENOS DELITOS RENOVADOS

      Sim. Lisboa é uma cidade linda. Tem movimento nocturno, tem vida, tem carinho para quem a visita.

      Grato pelos elogios que, certamente, serão exagerados mas que, me deixaram feliz

      Aquele abraço

      Eliminar
  7. Como li o Nuno, e como tem a ver...Se existir uma química a coisa funciona. Fazer sexo por fazer, e nada sentir, não vale a pena.Nem gosto. Mas com a tal química, de luz acesa ou apagada, com chuva ou sem chuva, ou mesmo com trovoada. Vamos a isso! com o conhecido/desconhecido.

    Parabéns pelo teu lindo e poderoso post

    Bjocas doces

    Prazeres e Carinhos Sexuais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Filipa Silva

      Sempre uma boa amiga. Carinhosa, sincera, audaz.
      Grato pelos elogios que sabes que não mereço mas gosto

      Bjuuuuuuuu sedutor

      Eliminar
  8. Não tenho palavras para este post.
    Excitante...fervoroso...delicioso...Meigo...enfim, até as tuas palavras nos excitam: PARABÉNS, Nuno Filipe

    Um Sussurro, sem trovoada :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carolina

      Não precisas de ter palavras. A tua carinhosa visita e gentileza são as melhores... palavras

      Bjuuuuuuuuuuuu

      Eliminar
  9. Fique totalmente a vontade para fazer links para o meu blog. Um blog é para isso e fico feliz em ver que tenho em você um admirador insaciavel. A vontade e sem restrições. Por outro lado, voce fala em viajar. para me encontrar? Porque não, mas teremos de conversar mais sobre isso. escreva: mariangela71@hotmail.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mariangela

      Pois é verdade que gostei muito do seu blogue. É atrevido, sedutor, muito sexy

      Claro que voltarei lá MUITAS vezes

      Cumprimentos

      Eliminar
  10. OMG, que artigo altamente.... Sexo com adrenalina tem outro poder!E com um desconhecido ainda mais, tornam os momentos escaldantes verdadeiramente efervescentes como a lava a zorrar dum vulcão.
    Estas imagens deixam-me KO, até a minha mente fervilha!
    Vou divulgar uma coisita...existem clubes eróticos altamente selectos (acredito que só assim fará sentido)dominados pelos encontros com desconhecidos.Claro que nem todas as mentes estão abertas a tais situaçoes vibrantes mas acredito que
    faça parte dum desejo de cada um e bem escondido na mente.
    Parabéns Nuno, novo tema e arrasador (de mentes e não só)...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga mata hari

      Gostas muito do vulcão...sinceramente que te imagino esse vulcão...a quem não será fácil controlar a lava ardente e efervescente

      Bjuuuuuuuuuuuuu

      Eliminar
  11. Já fiz com um desconhecido e foi bem barulhento!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá chocolicia

      Então, como assim? Era ele que gritava ou eras tu?

      Conta-me tudo...

      Bjo

      Eliminar