quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Recordando o Sexo de outrora na rotina sensual de hoje.


Casei quase virgem. Dezanove (19) anos de idade. Tinha feito amor apenas duas vezes. Toda eu era imatura nas questões sexuais. Inexperiente reconheço. Passaram-se dez (10) anos. Foi o meu Gonçalo quem me ensinou tudo a nível sexual. Lembro-me quando me beijava e incitava a masturbar o seu lindo, duro, grosso e comprido pénis.


Quando me levantava as ancas, enquanto eu, muito envergonhada, nem abria as pernas, quando ele beijava o meu sexo já todo húmido de excitação. Adorava quando ele me dizia: Tens um sexo lindo que mais parece um rio tal a humidade que dele brota e que a minha ávida língua tanto gosta.


Gostava muito quando o meu Gonçalo me fazia rebolar na cama deixando-me por cima dele. Quando eu pegava no seu pénis e o metia totalmente  na minha vagina, cheia de tesão, fazendo-me soltar ais e uis extasiados de prazer


Tão bom quando me virava para terminar o acto sexual e num ritmo quase "louco" me penetrava até ao fundo fazendo-me soltar gemidos de gozo e total prazer. Como eu adorava cruzar as pernas sobre as suas costas e sentir como o seu corpo vibrava com o meu. Tudo era novidade para mim. Hoje, embora façamos a mesma coisa já não tem aquele encanto de outrora.

Embora possamos dizer que não, e tudo fazermos para que tal não aconteça, a verdade é que, tudo cai na rotina, não é assim?
Se têm outra opinião deixem-na aqui expressa em comentário. Muito grata pelo vosso carinho
.

14 comentários:

  1. uns desejam-na, outros abominam-na, outros ainda lhes é indiferente...mas afinal o que é esta chamada rotina? Uma inevitabilidade, uma incapacidade ou um desaire. sei, não sei, sei lá o que sei...senão que sem luta e vontade, nada será sempre um nada rotineiro.

    ResponderEliminar
  2. Cai na rotina? Se tal acontecer façam amor em cima da mesa da cozinha, no banco do jardim, nas compartimentos de prova de roupa nos supermercados, lool. Puxem pela imaginação e fazem vibrar a adrenalina que existe em vós. Vão à praia e façam amor sobre o areal. Mas não molhem os pés senão lá se vai a vontade, lool

    Beijuuuuuuuuuu Lenita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nuno, muitos homens não conhecem esses outros caminhos... Uma pena...

      Eliminar
  3. Doçuras que só de imaginar nos arrepiam, quanto mais sendo verdadeiro

    ResponderEliminar
  4. ...Saudades de um bom momento de amor. Lindo post, Lenita Sousa.

    Bjocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vontade de o proporcionar..... Onde te encontro??

      Eliminar
  5. Concordo com o Nuno Filipe, para não cair na rotina usem a imaginação. Quando o desejo impera ela não faltará. Seja atrás dum arbusto, num areal, num wc, atrás duma rocha, num carro em frente ao mar.
    Cenas inebriantes com sexo que faz lembrar os tempos mais inocentes.

    ResponderEliminar
  6. Lenita

    A rotina deve ser sempre evitada....há tantas coisas par a evitar....pensa em amar dessa forma mas noutros locais, tenta subir uma "montanha" e amar lá, vai-te saber bem :)

    ResponderEliminar
  7. Há casais que incluem até uma terceira pessoa!

    ResponderEliminar
  8. Não deixes a rotina instalar-se muda de sitio , compra um óleo um creme um brinquedo sei lá surpreende com uma caricia atrevida num local público sem ninguém ver , tanta coisa se for do agrado arranja uma terceira pessoa sei lá eu ficava aqui a dar ideias o resto da noite....

    ResponderEliminar
  9. Não deixes a rotina instalar-se muda de sitio , compra um óleo um creme um brinquedo sei lá surpreende com uma caricia atrevida num local público sem ninguém ver , tanta coisa se for do agrado arranja uma terceira pessoa sei lá eu ficava aqui a dar ideias o resto da noite....

    ResponderEliminar
  10. Sigiloso e discreto, sou comedor moro em Vila Velha/ES tenho local onde posso receber Casais e Casadas liberadas . Meu Whatsap (27) 99638-7857 ou Skype CARLOSEDUARDOES

    ResponderEliminar
  11. Por vezes a rotina estraga em sim o acto sexual, se mudarmos muitas vezes, de comodo da casa, acaba por ser diferente e até podemos ter outras emoçoes!

    ResponderEliminar