quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Desviando a tua calcinha e oferecendo-te a minha língua ... com retribuição tua.


Diz-me só se gostavas que eu te desviasse a calcinha


E te oferecesse o calor da minha língua
................................................................
E DEPOIS



Te deliciares com a suavidade da pele dos meus testículos



Brincar com o meu pau duro



ATÉ AO DELÍRIO TOTAL
.

7 comentários:

  1. Para te facilitar a vida
    Apareço-te sem calcinha
    Para sentir tua língua viva
    Na minha boceta quentinha

    E depois? queres tu dizer
    Ofereces-me teu pau bem hirto
    Que minha boca devora com prazer
    Enquanto em delírio me divirto.


    Homenagem às tuas palavras tão convidativas. És único Nuno Filipe.

    Sussurro-te

    ResponderEliminar
  2. LOL. Devem ser efeitos do frio. Que postagem maravilhosa, excitante. Como diz o poeta; És fogo que arde sem se ver. Parabéns.

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Delicia para um final de noite! Hummm qual lareira acesa? kkkkkkkk

    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Possas, entro neste blogue e fico em total desorientação, tal a excitação...
    Jinhos

    ResponderEliminar
  5. só tenho olhos para a garganta funda do final

    ResponderEliminar
  6. Upa...Upa! Que delírios my God...exactamente o que eu venero, me deixa em delírio total e em chama incandescente!
    Ricas e excitantes imagens Nuno Filipe você consegue causar um impacto avassalador com as escolhas para este blog.
    Muito bom mesmo e abrasador!

    ResponderEliminar
  7. Isto é uma tortura...deixares assim uma mulher com vontade de...ainda por cima sozinha sem poder matar os desejos q acendes com estas coisas. ..aiii...

    ResponderEliminar