quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Palmadinhas e afins ...Sexo bruto, viril, ou de sentido BDSM?



O que pensam destas palmadinhas e depois da introdução?
Porque será que o rapaz tapa, com a mão, a boca da rapariga



E desta posição? Acham que é gostosa? Porque será que o rapaz puxa
o cabelo da mulher, tendo ela as mãos atadas atrás das costas?



Porque será que a mulher tem as mãos atadas e depois noutra posição
o rapaz parece que lhe aperta o pescoço?
.............................................
Qual a vossa opinião sobre as imagens e as perguntas que deixo?
..

11 comentários:

  1. Não sou fã das palmadinhas, mas sou fã desta lingerie. Discreta e muito excitante! Posições que me agradam bastante. Muito Bom!!

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não sou fã das palmadinhas. Prefiro um sexo que seja sem toques de violência baseado essencialmente em gostosos carinhos.

      Eliminar
  2. Não sei que diga!! Imagens tão deliciosas que, dá vontade "de ligar a alguém" :-) Posições fantásticas, vulcânicas. Hummmmm Um ligeiro momento de bdsm, ou não. Depende. Adorei

    Beijoos

    ResponderEliminar
  3. Uma amiga minha, usava esta lingerie para mim, sabia que eu gostava muito, recordo-me que ela era muito pro activa...muita tesão me oferecia ela a toda a hora. Bons tempos! Andava sempre a pingar...

    ResponderEliminar
  4. Maravilhosos e excitantes momentos!!!!!

    Um Sussurro

    ResponderEliminar
  5. Feliz ano de 2017 com a concretização de todos os sonhos.
    AG

    ResponderEliminar
  6. Esse apertar de pescoço é da tesão que sentem. :)
    Gostei de +++. Bjs

    ResponderEliminar
  7. Maravilhoso! Eu amo o sexo violento e viril, como eu gosto para mim.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  8. Adoro... Inclusive tb inverter os papéis e levar tapa na cara... Império dos sentidos...

    ResponderEliminar
  9. Embora respeitando a quem goste de relações assim (inclusive as mulheres que sentem prazer em serem dominadas), confesso não ser isso o que me atrai. Prefiro algo feito essencialmente com as carícias meigas embora com provocações e sensualidade. Gosto de belas palavras ditas um para o outro e de um diálogo que pode anteceder e/ou fechar o momento. Também prefiro que a mulher tenha a iniciativa, dando a elas uma dose um pouco superior de comando para equilibrar o relacionamento que, historicamente, tem sido masculino há vários milênios entre os dois sexos. Porém, se a mulher pedir na hora umas palmadinhas, como recusar não é mesmo?

    ResponderEliminar