terça-feira, 20 de junho de 2017

Patrão que assediava sexualmente a empregada. Ela cede e...não é que ele saiu do quarto com um andar "novo"!.

Faustino é gerente comercial. Admitiu uma empregada, (Lurdes Saraiva) qual monumento de mulher, começando de imediato a assediá-la sexualmente. O assédio era diário e recorrente. Até que um dia ela cedeu, levando-o para sua casa.


Reparem no andar sensual dessa formosa mulher. Um rabo divino. Caminhar lento. Poderosa.


Um estilo feminino ímpar em volúpia e sedução. Irresistível


Fazendo com que o homem, até parecer, se " ir abaixo" ao nível da coluna, com tanto carinho feito através das suas mãos suaves e delicadas. A tesão estava ao rubro


O homem despe-se. Sente como as mãos daquele "monumento" procuram algo dentro dos seus boxers.


O homem fica completamente nu. Lurdes, continua com as suas caricias. Beijam-se carinhosamente de forma sedutora. Faustino está de costas para ela, totalmente deliciado. Ups... nota-se algo mais...


Acontece algo que o Faustino não esperava. De forma viril - como ele lhe havia dito que gostava - ela empurra-o, deitando-o sobre a cama. Ele queria sentir a suavidade do corpo dela sobre as suas costas


A seguir eis que, os gemidos dele ecoam pela sala. Não esperava que aquele "monumento de mulher" estivesse equipada com uma "arma/arco" de tiro ao alvo. Estremeceu, tentou voltar-se. Fica de joelhos ...


Lurdes, segura-o nessa posição, agarra-o pelos testículos, "disparando" a "seta de cupido",  acertando em cheio, no nº 10, ou seja no centro do "alvo"

 hugh jackman GIF

Contou-me um amigo do Faustino que, esse, saiu do quarto com um andar novo, jurando a si mesmo que, jamais, assediava sexualmente uma mulher, fosse ela qual fosse.
..........................
- Homens machos, imaginem que algo do género vos acontecia? Como reagiam?
- Sendo mulher era capaz de "castigar" assim o seu patrão, caso a assediasse sexualmente?

27 comentários:

  1. Olha Gil, só digo uma coisa, é bom que muitos patrões vejam este "relato" soberbo, antes de seduzirem as empregadas. Porque tenho a certeza que vão pensar duas vezes. Há valente Mulher!! MUITO BOM!!!


    Bjos mil

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Larissa Santos

      Se calhar deviam mesmo. Muitas mulheres sofrem de assédio e por vezes por terem dificuldades económicas acabam por ceder
      Deveriam ter uma Lurdes Saraiva, lool

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Moral da história: Na cama nunca mas mesmo nunca se deve virar as costas à mulher, eheheeh
    Vai lá vai, enrabado pela mulher? Mas pode?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais amigo Fábio Luz, nem mais, não vá o diabo tecê-las,
      eheeheh

      Grande abraço

      Eliminar
  3. O que me ri com este tema. Penso como a Larissa. Este tema é dedicado aos patrões com a mania de garanhões. kkkkkkkkkk. Desculpem que vos diga, a Lurdes foi Mulher de tomates! Foi mesmo, com um andar novo. Toma e embrulha

    Bjus querido Gil

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Loool. Fico feliz por teres gostado do tema, amiga Ana

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Áh... eu castigava sim, forte e feio :)

    ResponderEliminar
  5. Muitas mulheres e muitos homens ditos machões que não respeitam as mulheres, nem aquelas que consigo trabalham, nem aquelas que têm em casa, deviam ver esta publicação que considero exemplar e aplaudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Brenda Naiara

      Faço minhas as tuas sábias palavras

      Beijinhos

      Eliminar
  6. É isso que dá se meter com mulheres peerigosas! rsrs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais caro * lilium *, nem mais. Deus nos livre apanhar uma assim, eeheheehe

      Abraço

      Eliminar
  7. Grande mulher. Assim tivessem todas a mesma coragem. Pode ser um tema ficticio mas que pode e dever servir para aguçar o pensamento não tenho dúvidas. Muito bom e actual tema, o do assédio às mulheres no trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Raquel Lencastre

      És um amor de amiga. Tenho dito

      Beijinhos

      Eliminar
  8. Ola Gil se fosse a uns bons anos a tras acredita que os meus antigos patroes nunca mais se metiam nem comigo nem com ninguem.bjokas boa publicacao

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Loool. Fizeste-me rir Paula Silva

      És uma boa amiga, em ti, penso eu, um homem pode confiar e virar-te as costas. Ou será que é melhor não?...loool

      Fica feliz

      Eliminar
    2. Se nao fizer como este podem me dar as costas que fica bem seguro.bjokas Gil

      Eliminar
    3. Ok, Paula Silva

      Fico mais descansado no que concerne ao meu imaginário

      Beijokas meladas

      Eliminar
  9. Hehehehheh ele vai caminhar de pernas abertas. É o que se chama,saiu-lhe o tiro pela culatra.
    Se um patrão meu me assedia-se e continuasse mesmo sem eu lhe dar confiança, confesso que o fazia. Podia era sofrer as consequências.

    Gil António, tiro-te o meu chapéu por tão belo tema. Parabéns.
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dalila Lopez

      Não sabia que usavas chapéu, mas usando, deves ficar linda e maravilhosa, qual Deusa dos sonhos mais suaves e ternos

      Beijinhos doces

      Eliminar
  10. Em jovem passei um tormento com um patrão. Felizmente não me fez mal (ou seja, não conseguiu fazer sexo comigo). Esse sim merecia um andar novo mas a mancar. sim, porque sofri nas mãos desse bandido. Ele era violento.

    Bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aline Santos

      Imagino o que terá sofrido. Se calhar esse patrão merecia um "tratamento" como o que as imagens mostram

      Beijinhos

      Eliminar
  11. é o que se chama apanhar com o pau frio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo António, não queira ser patrão, ou então se o for, veja bem quem - se é que o pode fazer - assedia sexualmente, lool

      Abraço

      Eliminar
  12. assedio....uma questão complicada e intemporal, acontece quando existe uma relação de poder entre quem o pratica e quem o sente, mas fica sempre uma questão por resolver...como reconhecer? já no que concerne à história, é interessante, mas não toca o tema em si. Limita-se a contar a história de um tipo que ao invés de enrabar foi enrabado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro sagher

      Para tocar o tema - assédio sexual no trabalho ou outros - no que concerne a todas as suas vertentes, seria preciso um livro de 100 ou mais páginas, não sendo dessa forma possível contar no específico, em apenas uma.

      Pretendi dar um toque de ironia e graça à questão, embora saiba que o assédio sexual não deve ser tratado, por ser um assunto tão sério, de forma "leve", nem através de ironia.

      Agradecido pela sua participação na área de comentário

      Eliminar
  13. Completamente contra qualquer ato de violência contra as mulheres incluindo abuso sexual, psicológico, entre outros.
    Não sendo patrão, estou descansado :) De qualquer forma, gostos e prazeres não se discutem. Têm-se, vivem-se, desde que partilhados livremente.

    Parabéns. Um bom espaço para conversar sobre sexo, com boas imagens e temas atraentes :)

    ResponderEliminar