segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Sexo oral - técnica - Ritmo - Arte -Prazer .

........................
O sexo oral faz parte da sexologia e não pode nem deve esquecer-se esse facto. Sabe-se que não é apenas uma forma de excitação da mulher ao homem e vice versa, mas sim, tem de ser um ato voluntário que se goste de fazer, que dê prazer a quem o faz e não apenas a quem recebe. Nunca pode ser uma obrigação pois tal vai reflectir-se na vontade e isso estraga o momento que se deseja de gozo e excitação

A mulher sabe que o homem adora sexo oral. Esse deve ser feito na base da higiene, carinhosamente, podendo ambos os parceiros ou apenas um deles, começar por beijar os lábios, ir descendo lentamente pelo corpo, parar nos mamilos tanto da mulher como no homem, onde a sua língua em círculos de carinho, excita o mamilo, fazendo com que o prazer seja intenso.
Enquanto isso acontece a mulher vai massajando o pénis, suavemente, para cima e para baixo, mantendo a erecção forte e desejável.

Seguidamente com a ponta da língua comece por lamber a glande, lentamente, em círculos carinhosos, antes de meter na boca, não o fazendo na totalidade, mas somente a “cabecinha” que vai chupando e lambendo com a língua, e massajando com os lábios. 
Quando sentir que o parceiro está bastante excitado, aí sim, tente meter na boca o mais que puder do pénis, mas sempre com clareza e cuidado a fim de não magoar o pénis com os dentes. Pode fazer sexo oral usando preservativo, existem alguns com sabores, mas a verdade é que a sensação para ambos não será igual.

O homem deve percorrer o corpo da mulher e não ir directamente ao sexo. Depois de massajar os peitos da parceira, com as mãos e beijar os mamilos com a ponta da língua, deve puxar a mulher para cima de si, se quiser fazer a posição chamada de 69. 

Também pode “caminhar” cuidada e lentamente pelo corpo da mulher, estando essa deitada de costas, e enquanto com meiguice lhe abre as pernas, tocar-lhe com a ponta da língua no clitóris, massajando-o, lambendo-o com carinho, de forma a causar arrepios de prazer na parceira. Com os dedos deve afastar os lábios vaginais de forma a que o clitóris fique saliente e assim melhor o poder deliciar com a ponta da língua.

O sexo oral requer meiguice, vontade, satisfação, ritmo, sedução. Não deve parar-se quando a excitação está no auge pois tal faz desconcentrar o parceiro/a podendo estragar um ato que se quer grandioso.

Numa próxima ocasião falarei mais sobre o tema que sei ser interessante e do gosto de todos os leitores.
.

5 comentários:

  1. Texto e imagens maravilhosas. Bom de ++++

    ResponderEliminar
  2. Adorei o texto e as imagens. Deliciosamente excitantes e maravilhosos.

    ResponderEliminar
  3. hummmmm... delicia de texto e imagens.

    bj doce

    ResponderEliminar
  4. é das coisas mais excitantes que se pode fazer, quando se começa um ato destes e tudo o que dizes é delicioso.
    Adorei o suficiente para que o meu Pénis ficasse em riste.lolll

    ResponderEliminar