segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Férias de tesão e luxuria com a minha amiga Célia Souto e o seu marido, Vasco

Quando o final do mês de Julho se aproximada e as férias de Agosto vinham já aí, não podia imaginar o que me ia acontecer durante as ditas.
Tinha uma colega de trabalho, a Célia Souto, que eu sabia ser muito minha amiga, ou até mais que isso, pois reparava nos seus olhares quando eu chegava ao trabalho vestindo mini-saia e camisetes decotadas. Via como os seus olhos brilhavam mas sempre pensei ser impressão minha, pois a Célia era casada com o Vasco, um homem muito bonito, elegante e, até, admito-o, muito charmoso, me convidou para ir com elas passar uns dias à sua aldeia, sita perto de Famalicão, não hesitei e aceitei de imediato.

Dias depois de lá nos encontrarmos fomos jantar a um restaurante ali próximo a fim de comemorar o dia de aniversário da minha amiga Célia. Depois de bebermos um vinho especial fomos para sua casa, sem quem durante a viagem de regresso, não fossemos brincando com cenas sobre sexo, falando dos nossos desvarios, experiências e gostos.

Chegados a casa notei como a Célia e o marido me olhavam com olhares lânguidos e desejo. Quando a Célia me abraçou e deu um beijo, pediu desculpa, mas eu sentindo-me já louca de tesão, não aceitei, mas sim, retribui o beijo. Foi o principio de uma noite de amor fabulosa. O Vasco vendo como se dirigia-mos para o quarto pediu-me que não tirasse as meias pretas que me davam um ar muito sexy que o deliciava. Abraçada à Célia senti como o Vasco cheio de tesão me penetrava e a seguir penetrava a sua mulher. Nesses entretantos eu beijava os lábios da Célia que gemia de prazer. 
Foram uma férias deliciosas que, ainda hoje, repetimos com regularidade.
.

7 comentários:

  1. Foram realmente momentos de verdadeira tesão, gostava de participar numa festa assim, ai se queria.

    Boa semana
    Bjinhus

    ResponderEliminar
  2. Hummmm deliciosamente belo!
    Imagino-me numa cena boa, destas, kkk

    beijoos

    ResponderEliminar
  3. Como é delicioso estar com duas mulheres e poder penetrar nas duas em simultâneo. é um delírio autentico, já estive envolvido num momento destes, não com a companheira que tenho actualmente, ela nem sabe. Mas foi com duas amigas muito queridas, que tenho. Elas gostam e eu também.. então de vez em quando calha :-)

    Um beijinho Sílvia Pinto
    Voltarei

    ResponderEliminar
  4. Sendo de acordo com os três, tudo corre bem. Adorei o texto. Muito bom

    Estou por aqui: http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/ ...beijinhos e tudo de bom.

    ResponderEliminar
  5. Muito bom..... eu ainda não tive este privilegio,mas gostava e estou como o Nuno Filipe á Homens com muita sorte.

    ResponderEliminar
  6. Pois é.... é isso mesmo!!
    Há homens sortudos como o que!!!!!!!!

    ResponderEliminar