quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Perder-se nas entranhas do teu sexo

.........................
Quero sentir-te em mim, ofegante
A tua lisa pele, de tesão, arrepiada
O teu corpo em fogo, latejante
Entre beijos de língua molhada
.
Quero sentir os teus beijos sensuais
Teus peitos, tesouros inexplorados
Perder-me em teus lábios vaginais
Delirar em teus mamilos eriçados
.
Quero ouvir teus gemidos de prazer
Nas emoções do consolo, complexo
Quando sentes a língua do meu querer
Perder-se nas entranhas do teu sexo
....

...................

5 comentários:

  1. Senti-me por inteiro neste poema!! Que delicia de poema.
    Parabéns Nuno.

    ResponderEliminar
  2. Minha nossa ....Tão bom que até me apetece saltar a cerca, lol
    Parabéns meu lindo, beijo doce.

    ResponderEliminar
  3. Quem perde a cabeça sou eu, cada vez que aqui entro, se a minha companheira me apanha, estou feito ao bife... mas uma coisa é certa, não preciso, mas é um bom motor de arranque, este blogue. Parabéns pela sedutora e estonteante poesia
    Sai um gajo daqui cheio de tesão...desculpem mas é verdade. ehehhehhe

    Abração

    ResponderEliminar
  4. Confesso que, se tivesse um Homem, perdido nas minhas entranhas, assim carinhosamente, cheio de tesão e eu também, e, se tivesse um narrador para ler esta poesia, não sei não mas era orgasmo o tempo todo.
    PARABÉNS.

    ResponderEliminar