segunda-feira, 16 de novembro de 2015

" Cavalgada" Sexual ... em Arte... e Poesia

...
Senti como querias
Deixar-me louco de prazer
Sabias como o fazer
Não hesitaste
Em mim cavalgaste
Perdeste o rumo, o sentido
Num orgasmo garantido
Que tu sabias
Que ia acontecer
Num manancial de ternura
Fizeste-me enlouquecer
Qual cavalgar sem esmorecer
Deixando em mim a tua loucura
Que eu amei receber

....

9 comentários:

  1. Belo poema.... cheio de imagens figuradas deliciosas.... umas bela imagem...1111
    Sensacional o post de hoje!!!

    ResponderEliminar
  2. Confesso que gosto desta cavalgada!!
    Um poema maravilhoso sensual.

    Bjos

    ResponderEliminar
  3. Quem disse que sexo não é poesia?
    Bela cavalgada :)
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Tal e qual como eu gosto!!
    Delicia boa demais!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Qual o Homem que não gosta de uma boa cavalgada??? Ora cá está uma imagem super excitante, que até fico a latejar.. eheheh
    Poema lindo, sedutor!

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Eu gosto, de uma boa cavalgada, assim tal e qual esta! :-))

    Beijuus

    ResponderEliminar
  7. Delicias saltitantes! Até as armonas saltam, kkkkkkk

    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Hummmmm até as cavalgadas requerem arte! Imagem bem excitante enaltecendo a arte "cavalar" que tanto adoro com garanhões de "puro sangue"

    ResponderEliminar