sábado, 21 de novembro de 2015

Sexo Tripartido: Dupla penetração: Prazer, Fetiche ou aberração?

Quando se fala em dupla penetração, muitas pessoas, consideram tal prática como uma aberração sexual. Quem, como eu, estuda o fenómeno sexual, já chegou à conclusão que, tal pensamento é totalmente errado. 

Muitos homens e mulheres, não raras são as vezes que, traem o seu parceiro ou parceira, simplesmente porque o sexo em casa entrou na rotina.

Trabalho, filhos para cuidar, lavar e deitar, pouca ajuda do companheiro, o stress do dia a dia, tudo contribui para que o diálogo entre ambos se vá desvanecendo e aí até apareceu um ou uma colega de trabalho, mais atrevido/a, fluente conversação, um café sobre a mesa e, as coisas acontecem quase, digamos que, naturalmente.
Gostosa dando pra dois ao mesmo tempo"!
O sexo hoje em dia reverte-se de um "universo" quase inesgotável de várias teorias, preconceitos, atrevimento, rotinas, vontades de experimentar "outras coisas", tais como o sexo oral e sexo anal. São muitos os fetiches para uns, aberrações sexuais para outros, a verdade é que, pelo menos uma vez, quem tem a oportunidade de experimentar essas "outras coisas", fá-lo.
  
A dupla penetração, como mostra a imagem, é um fetiche que muitos homens ou mulheres jamais admitem fazer com os seus companheiros/as mas que, "por fora", são capazes de o fazer, desde que uma amiga/o seja de sua confiança e, relação de convívio.

Muitos casais não falam de que gostavam de mudar a sua rotina sexual, mas depois, em conversa com amigos ou amigas mais próximas, fazem-no sem qualquer problema. Parece que, marido com mulher, companheira com companheiro, são intocáveis, havendo inclusive quem diga: Fazer sexco oral ou anal com ele/ela, nem pensar. Isso seria uma ofensa, um pecado mortal e indesculpável. Que erro de pensamento tremendo e mais falso.
Gostosa dando pra dois ao mesmo tempo"!
Estas duas imagens são bem o protótipo do que acabo de vos dizer. Um casal que conversa livremente sobre sexo, tem um amigo comum que os diverte e, decidem brincar da forma que é mostrada. O marido por baixo, ou por cima, podendo comutar as posições, podem fazer com que a vida sexual deixe a rotina e entre noutros parâmetros mais interessantes e que seja do agrado de ambos.

No entanto, previno que, estas coisas devem ser muito bem conversadas entre o casal/intervenientes, só devendo ser feito caso todos concordem e com pessoas da máxima confiança e amizade.

A partir daí... divirtam-se e gozem o sexo na sua plenitude.
.

28 comentários:

  1. Bom dia
    Parabéns pelo texto e pelas imagens que o compõem.. A dupla penetração ainda é um," ai credo!" ... é preciso ter uma mente bem aberta para este tipo de fetiche. Que é o de muitas mulheres. Se calhar tb é o meu.Mas, não o faria com qualquer um.

    Muito bom texto, Vanessa estás de Parabéns
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Larissa Santos

      Ter uma mente bem aberta e ... não só. Outras coisas também.

      Feliz Fim de semana amiga

      Eliminar
  2. É exatamente com seus parceiros que as pessoas devem realizar suas fantasias. Quando se recusam, correm o risco de serem substituídos. Ninguém é obrigado a gostar de nada mas estar aberto às fantasias do parceiro é importante para o entendimento sexual. Parabéns pelo tema exposto.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi {Λїtą}_ŞT

      Concordo contigo na íntegra
      Feliz fim de semana amiga

      Eliminar
  3. rsrsrsr...como se andar por aí partilhando a pessoa que supostamente se ama fosse uma coisa muito saudável.

    conheço mais casos que deram errado do que casos que deram certo...se calhar é por isso que é senso comum que há coisas que não se emprestam.

    coisas escritas e propagandas de quem não tem experiência sexual, apenas muito estudo.

    o bom das fantasias muitas vezes é serem fantasias, e atenção que nem toda a mulher é lesbica ou quer ter pau enfiado pelo corpo até ao osso! rsrsrsrsr

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. OLá Bale

      A questão que se pôe não é aquilatar se é ou não saudável. A questão é fazer ou não fazer?
      Fazer com o companheiro/a ou não o fazer e depois se fazer por fora?

      Também penso que existem mais casos que deram errados do que aqueles que deram certo. Mas isso acontece em todos os fetiches sexuais que existem, não concorda? Tudo é muito bonito quando se começa. O pior é depois...

      Admito, e nisso dou-lhe razão, tenho pouca experiência sexual, mas muito estudo. Os engenheiros civis, se lhe colocarem uma talocha e uma pá de pedreiro na mão, não sabem barrar uma parede de cimento, mas sabem ver se a parede está torna e/ou bem barrada. Concorda ou não?

      De resto respeito o seu comentário. Volte sempre
      Bom fim de semana

      Eliminar
    2. O tempo e a experiência ensinaram-me que uma boa relação tem como sustentação a confiança, também por isso é preciso haver honestidade entre o casal. Isso implica que fazer ou procurar uma coisa nas costas da relação que não se faz na relação, é hipocrisia e falso moralismo.

      Quanto à analogia, discordo. Quando não se tem experiência factual, o que muitas vezes é bom se depois não se agir com a presunção de se saber as consequências das experiências que não se teve...por esta razão também acho que se cai muito no erro do síndrome do Político, que decide fazer a guerra que outros vão travar por ele, lavando-lhes o cérebro muitas vezes e pintando cenários que quase toda a gente sabe não serem tão idílicos assim.

      Daí eu ser contra o falso moralismo, especialmente quando temos a capacidade e os veículos próprios para influenciar opiniões, acho que se deve fazê-lo com cautela e responsabilidade.

      Eliminar
    3. Bale

      É evidente que concordo com tudo o que escreve.

      Mas diga-me: Acha que eu não sou contra o falso moralismo? Claro que sou. No entanto, reservo-me por experiência de vida e confissões dos meus alunos, reservo-me dizia eu, ter opinião própria, como o caro Bale tem a sua e que eu respeito totalmente

      Olha que os fetiches fora da relação dita normal não são assim tão raros. Muiutos homens e mulheres não fazem certas coisas com os parceiros mas fazem com os ou as amantes.

      Haverá alguém que possa dizer que nunca pecou? É que de santinhos/as e moralistas está o inferno cheio.

      Cumprimentos

      Eliminar
    4. Pessoalmente, não penso que namorada é para as coisas ditas tradicionais sendo que as "outras" são para tudo o que não fazemos em casa. Uma relação saudável não é isso.

      Pecar? em que sentido? Tudo o que tenho feito nunca comprometeu terceiros ou implicou nenhum tipo de traição. Mas já estive com duas mulheres, por iniciativa delas...estava solteiro e bom rapaz.

      Nunca traí ninguém, mas já procedi mal quando na relação me deixei assediar por uma outra. Faz parte da experiência de vida. Hoje em dias as mulheres assediam muito, mas quando têm namorado ou alguém, já não gostam.

      É importante vestir os sapatos dos outros. Tem-se outras perspectivas.
      :)

      Eliminar
    5. Muito bem caro Bale

      Ficou bem expressa a sua opinião sobre os factos em referência no texto. Respeito como não podia deixar de ser o seu pensamento e opinião
      Gostei da forma civilizada como expôs as suas ideias. Mostra ser um homem de princípios dos quais não abdica

      Felicidades para si e volte sempre ao nosso convívio
      Feliz Fim de semana

      Eliminar
    6. Obrigado e igualmente.
      Bom fim de semana também.

      Eliminar
  4. Tenho alguns fetiches a nível sexual mas não estaria com a minha mulher ou namorada com outro cara assim na intimidade. Mente aberta mas... nem tanto, digo eu ...
    Bjuuuu Vanessa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estarias comigo e com outro cara? kkkkkkkkkkkkkkk :P

      Eliminar
    2. Olá Larissa Santos

      Não me provoques. Mas confesso que, contigo que és minha amiga e uma mulher lindissima, que...( Não digo mais nada)

      Fica feliz

      Eliminar
    3. Nuno Filipe

      Conheço-te bem, loool.. e daí ficar caladinha no meu canto
      Beijo doce.

      Eliminar
  5. Um bom tema
    Mas não sei se tinha coragem... claro que penso neste fetiche. mas é preciso estar-se muito bem psicologicamente... e ter uma bom garagem para arrumar dois tractores desta dimensão, kkkkkkkkk mas deve ser tudo uma questão de organização, :-)

    Mas, gostei muito Vanessa- Danadinha-
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mary Angel

      Um bom creme e... muita vontade e determinação.
      És uma linda amiga
      Beijo

      Eliminar
  6. Pode até ser um bom fetiche. mas acho que estes são um pouco violentos.
    Nunca fiz, mas... nunca digo nunca.

    Bejus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Salomé Fonseca

      É isso. Nunca se deve ou pode dizer...-Nunca
      Bjo doce

      Eliminar
  7. A dupla penetração é um dos meus fetiches favoritos. Eu e o meu irmão temos uma namorada em comum e assim nunca nos aborrecemos um com o outro. É sempre uma maravilha
    Adorei a publicação, Vanessa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Max Men

      Tu e o teu irmão? Pronto, não discuto. Sejam felizes
      Bjo doce

      Eliminar
  8. Nunca estive envolvido numa cena assim nem nunca aceitaria estar com a minha mulher ou namorada no trio. Nem pensar nisso é bom. Fetiches sim, promiscuidade não
    Abraço Vanessa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Gil

      É uma opção de todo respeitável.
      Sem mais, aquele abraço

      Eliminar
  9. Confesso que no mundo sexual as únicas aberrações é o sexo com animais, urina e com fezes e não esquecendo também uma "modalidade" publicada aqui há uns dias, com introdução de braço.
    Assim, considero a dupla penetração uma outra forma de dar prazer e receber. Considero a empatia e a mente aberta com factores cruciais num envolvimento e por isso o casal ou mais parceiros devem dar asas à sua imaginação e tornar esse prazer único. Nunca experimentei essa modalidade mas julgo que será muito delirante e quebra a rotina.
    Fantástico post...continuem assim!

    ResponderEliminar
  10. Agora entendo que a Matemática pode explicar que 1 + 1 = 3.....risos!!!
    Belo texto... bela e sugestiva imagem....
    Vejo o Gil aqui.... espero vê-lo também no PDR.....

    ResponderEliminar
  11. Adorei o texto e acho q as pessoas deveriam ter sim mente mais aberta referente a isso.
    A e adorei o blog tbm e é bem popular, espero q o meu fique assim um dia. http://ninfetaperfeita.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  12. Olá.

    Posso dizer que irei um dia muito breve realizar este fetiche a minha mulher. Pois posso dizerque ela deseja sentir 2 paus bem entaladinhos.
    Apesar de ser um fetiche dela ... também desejo realizar.

    ResponderEliminar