domingo, 20 de dezembro de 2015

Meu namorado... fazia a salada...até eu chegar... e um Oral divino e reciproco... aconteceu

Recordo com tanta ternura. Éramos namorados. Saíste mais cedo do emprego e, enquanto esperavas por mim, preparavas a salada que ia acompanhar o nosso jantar. Cortavas o tomate às rodelas.

Cheguei e vendo a tua acção, fiquei feliz. Fiz-te um carinho nas costas. Viraste-te e trocámos um beijo, longo, doce, cheio de ternura. Irresistível.
Pegaste-me ao colo, sentando-me sobre a mesa da cozinha. Senti como os nossos corpos "queimavam" de vontade de algo...
Despiste-me com avidez. Desejavas-me. Desejava-te. Senti o teu dedo entrar na minha vagina que escorria de gozo e prazer.  Com teus lábios gulosos e tua língua suave, cheia de ternura tocavas o meu clitóris. Senti como esse se excitava e crescia, ficando duro e inchado como tu tanto gostas. Eu arfava e sorria de excitação e erotismo.
Saciada, desci da mesa e... beijei o teu corpo e peguei no teu pénis, lindo de morrer, que esperava por mim. Toquei-lhe com os meus lábios e língua que estavam ávidos por te dar prazer. 
Meti-o entre os lábios, sugando-o com ternura e meiguice. Deliravas de tesão. Falavas palavras imperceptíveis. Queria parar, não deixaste. Quiseste que fosse até ao fim. Fiz-te a vontade que era ...
Também a minha vontade. Fazias a salada de tomate para nós dois. O "pepino" deixaste só para mim. És lindo... O meu amor...A minha vida...a minha "loucura" sexual.
.

4 comentários:

  1. De toda a salada o pepino foi o que melhor saboreaste ;)
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Que delícia de repasto que até a temperatiura aumentou. Um oral delicioso para ambos. Parabéns pelo artigo ...arrebita altamente os sentidos...falo por mim

    ResponderEliminar