sábado, 12 de dezembro de 2015

Sexo em grupo e/ou Swing. Quem o não pratica, como o entender? Será que tem uma explicação lógica?

Hoje vou falar-vos um pouco do sexo em grupo. Existe o swing onde casais se encontram com outros casais ou, simplesmente, casais com singles, masculinos e/ou femininos.

Gifs Pornos - Noiva safada em sua despedida de solteira

Segundo os média e redes sociais. o swing acontece regra geral, não taxativa, na vida sexual dos casais. entre os 40/50 anos. Saturação sexual, rotina, pouco diálogo, cansaço na relação, curiosidade, entre outros géneros, podem estar na base de cada um almejar  "provar/conhecer coisas novas” a nível sexual

Em conversa com um casal amigo, a Ana e o Romeu ( nomes fictícios), frequentadores de casas de Swuing  há cerca de três(3) anos, dizia-me a dada altura a Ana. 

- Sou muito ciumenta. Não posso saber que o meu Romeu envia mensagens carinhosas para amigas. Mas adoro vê-lo a transar com outra mulher e sei que ele gosta de me ver transar com outro homem. Até já tivemos parceiros individuais, masculino e feminino, e adorámos a experiência. Os ciúmes aí não me afetam e a nossa relação sexual conjunta, a dois, tornou-se muito mais activa, dinâmica, e prazerosa.

Continuou a Ana: - Frequentamos casas de swing onde fazemos sexo com vários casais, uns que já conhecemos e outros de ocasião. Usamos sempre preservativo. O Romeu faz tudo em sexo com os amigos inclusive sexo anal e oral e adora ver-me a fazer sexo anal com outros parceiros enquanto me faz sexo oral.

Ouvi o que me diziam, pois o Romeu estava presente, e decidi entrar em algumas questões que me pareceram pertinentes.

Eu - Ana, sabias que o Romeu era capaz de fazer sexo anal e oral com um parceiro homem, antes de decidirem dar outro rumo à vossa vida sexual?
Ana – Não, não sabia. Nunca me passou pela cabeça o Romeu desejar ter essa experiência. Nem eu fazia sexo anal com ele com introdução completa. Só algumas brincadeiras e pouco mais que isso.

Eu - Ana, se não aceitas que ele escreva mensagens de carinho para amigas como aceitas fazer(em) sexo com outros parceiras/os?
Ana - É diferente. O ambiente luxuriante, as conversas, os carinhos, os beijinhos dados à meia-luz, passar as mãos pelas pernas e peitos, tudo isso sendo uma mescla de erotismo com luxuria, nos envolve, gerando em nós uma “fonte” cheia de “água” afrodisíaca, que nos envolve e contamina.

Eu – Ana e o teu marido é ciumento contigo? 
Ana – Sim. Muito ciumento. Fora do Swing, não me pode ver a conversar muito tempo com outro homem, e muito menos estar a sorrir para, e com ele.

Eu - Romeu (que, sorridente, assistia ao nosso diálogo), o que me dizes? Confirmas o que a Ana está a dizer?

Romeu - Sim Nuno. É uma grande verdade. Quando convenci a Ana a visitarmos uma feira que versava sobre sexo, aqui em Lisboa, nunca pensei virmos um dia a ser swingers. A verdade é que passados a fase de ambientação que logo passou após duas ou três sessões, tudo na nossa vida sexual se tornou fantástico.
Hoje não podemos passar sem visitar os nossos amigos que também são casais e outros singles, que muitas vezes levam as namoradas. Não te sei explicar como adoro estar com ela e com outros amigos e amigas a fazermos sexo. Adoro ouvir os seus gemidos de gozo e prazer. Por isso também não te sei explicar porque não tenho ciumes dela nessas ocasiões e tenho fora delas, ou seja, no nosso dia a dia.
Adoro a partilha corporal, minha e dela, com outros companheiros/as, onde só e apenas o sexo pelo sexo, conta. O mundo pára.
Gifs Pornos - Depravada dando pra dois ao mesmo tempo

Fiquei realmente pensativo. Outras perguntas me assaltaram o pensamento:

. Como é que dois seres humanos, que formam um casal, são assim tão ciumentos um com o outro, na sua vida diária, e depois entram em sessões de Swing?

- Como é que uma mulher e/ou um homem com os seu parceiro/a não faz sexo anal e/ou oral, nem pensar nisso, dizendo inclusive para os amigos e amigas terem nojo, e com a própria mulher/homem isso nem pensar, e depois fazem-no numa casa de Swuing com quem não conhecem?

Gostava sinceramente que alguém me explicasse esse fenómeno social que existe e cada vez mais, dizem as crónicas e redes sociais, tem mais adeptos em Portugal e no mundo.

Gostava de  ler a vossa opinião sobre:

- Já fez Swing ( facultativo)
- Se o fez, gostou ou foi um erro, visto que não foi o que pensava ser?
- Faria swing com a sua mulher/homem, companheira/namorada?
- Tendo ciumes dela/dele no dia a dia, aceitava partilhá-la(lo) com outros amigos/as numa casa de swing, ou noutro local congénere?
- Outras questões que queira deixar expressas, por escrito, sobre a matéria em análise e discussão.

NOTA FINAL: Sei que sexo em grupo são vários indivíduos, masculinos/femininos e ponto final.
Swing podem ser os mesmos indivíduos ou não. Pode ser apenas troca de casais/parceiros, fazendo sexo em separado.

A palavra é vossa
.

24 comentários:

  1. Bom dia, Nuno!
    Gosto desses temas que vc lança, sempre tentando saber a opinião das pessoas. É uma boa maneira de saber como pensam seus leitores e até do que desejariam ler aqui ou não.
    Suas perguntas devem gerar comentários extensos... então
    vamos lá!
    Quanto ao ciúme...
    É perfeitamente possível um casal ciumento participar de swing pq ali é tudo feito em cumplicidade, não há traição, um sabe o que o outro está fazendo e com quem, a relação com as outras pessoas é somente de corpo, enquanto o amor permanece inalterado entre os dois.
    Geralmente o que causa ciúme é aquilo que o parceiro resolve fazer sozinho, sem a participação - e muitas vezes sem o conhecimento - do outro. A dúvida gera o ciúme, no swing ninguém tem dúvidas sobre o que o outro está fazendo, até pq, após tudo terminado, volta o casal para sua casa, para sua rotina normal e os parceiros ficam para trás.

    Já pratiquei swing e gostei muito. Na época, estava experimentando coisas, então experimentei sozinha e mais adiante com um parceiro com quem estava me relacionando. Nos dois casos gostei da experiência pois fiz como experiência e repetidas vezes. Quanto ao ciúme, apesar de ciumenta, é como falei acima... em cumplicidade não há ciúme.
    O interessante que aconteceu comigo é que cansei. No meu caso foi algo que experimentei, vi como era e assim acabou a fantasia. Hj não tenho nenhum desejo de voltar a praticar e, sinceramente, acho até meio sem sentido.
    Beijos para vc... espero ter contribuído

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá {Λїtą}_ŞT

      Fantástico o teu comentário. Obrigado pelo teu carinho e respostas que li com toda a atenção. A idade leva-nos por vezes à procura do oculto e do desconhecido. Mais tarde percebemos que foi uma ilusão, não é verdade?

      És uma querida.. e mais não te digo

      Fica feliz.

      Eliminar
  2. Bom dia, Nuno
    Aplaudo-te pela excelente "entrevista" que nos trazes hoje.

    Nunca fiz, nem nunca conversei com ninguém que o tivesse feito... Mas que está na moda, lá isso está...Se calhar é porque é bom, não sei.
    Quanto ao ciúme, será normal? Refiro-me fora do swing .. Pq os olhos não vêm?

    Para mim é sempre muito difícil responder aos teus "textos"...São muito para além da minha inteligência, kkkkkkkkkkkkk

    Bom sábado.
    Bjos

    ResponderEliminar
  3. Tema interessante sem dúvida, nunca estive envolvida no swing nem em sexo em grupo, mas sei que essas coisas existe, pois o meu namorado fala-me dessas cenas.
    Penso ser complicado para um casal envolver-se nessas questões do sexo, pensando mesmo que mais tarde ou mais cedo se acabam por separar. Quem ama de verdade faz amor com ou sem sexo para apenas com o companheiro ou companheira. Conversam, discutem as situações mas não se entregam a cenas de sexo com outras pessoas, acho muito mau, considerando ser mesmo uma promiscuidade e falta de respeito próprio e pelos outro companheiro.Nunca o faria, é putaria descarada e só as pessoas sem vergonha o fazem, não admito outra coisa.
    Beijo daqui.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Neuzinha

      Gostei muito do seu comentário.De certa forma também penso como a Neuzinha. Sinceramente que sim
      Bjuuuuuuuu

      Eliminar
  4. Minha nossa...Que texto em jeito de diálogo/entrevista, sei lá...Este casal é moderno. Se assim se sentem bem, qual o problema?
    Mas "estranho" sente ciúme cá fora? Mas deve ser parte a parte. Embora eu acredite que quem tem uma relação deste jeito, cá fora, sejam fieis um ao outro, não sei.

    Nunca fiz. Mas cada vez se pratica mais, é uma realidade!

    Sr Nuno Filipe, parabéns pelo ser brilhante e interessante texto.
    Um Sussurro para si.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carolina Rodrigues

      Lindo o teu comentário. Sempre lúcida e querida
      Bjuuuuuuuu

      Eliminar
  5. Que belo artigo!
    Nem sei que escrever... já estive com dois homens,mas pessoas certas de confiança. Swing nunca pratiquei, e espero não o fazer é muita confusão e eu não gosto. Gosto do bom sexo com prazer, e não sei se haverá prazer, ou se é só pelo sexo. de qualquer maneira, não condeno quem o faz, mas, um casal casado, penso que fica sempre uma má impressão e desconfiança, após...

    Louvo o autor deste texto. faz-nos pensar!

    Beijuus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Juliana Marques

      Abraço grande em tu

      Bjuuuuuuuuuuuuuuuuuu

      Eliminar
  6. Oi Nuno, Muito bom o teu texto,parabéns
    Não digo mais nada.. Vou ficar a pensar (:

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mary Angel

      És um amor de amiga
      Bjuuuuuuuuuu

      Eliminar
  7. Oieee,

    Pois é nem pensar dois homens... Mas duas mulheres e um homem posso pensar sore isso ~.*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Sophysticada

      Hummmm duas mulheres e um homem?... Ok... vou-me preparar, lool
      Feliz Fim de semana.

      Eliminar
  8. Oi Nuno.
    Já tinha visto o post mas ultimamente ando mt ocupada.
    Não, nunca pratiquei e troca de casaia não faz parte da minhas fantasias. Tal como a tua amiga, tb sou bastante ciumenta, pelo que teria alguma dificuldade em o ver com outra mulher e com outro homem, bem não sei. Neste momento da minha vida, acho que não estaria preparada para tal. Mas a nossa maturidade sexual vai alterando, por isso não posso dizer nunca. A fantasia que tenho é mesmo o trio HMH, mas sempre em partilha com o meu companheiro. Mas é apenas isso, uma famtasia que não sei se irei algum dia realizar. Mas para avançar é preciso estarmos mt seguros de que queremos pois pode sem dúvida destruir uma relação. Se tudo estiver ok para avançar e se for um desejo dos dois e não apenas de um elemento do casal, não vejo porque não:p
    Os teus posts parecem um enunciado dum exame...loool

    Jokitas Femininas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mente Feminina

      Li com toda a atenção o teu comentário e confesso que gostei. Mostras teres as ideias a nível sexual muito e bem arrumadas para aquilo que é o teu gosto. Respeito na íntegra

      Agradeço as tuas palavras elogiosas mas, acredita que, é esta a minha forma de interagir com quem me lê. Volta sempre

      Jokitas masculinas

      Eliminar
    2. Sim, gosto desse teu sexólogo-intelectualismo-investigativo. Acho interessante as questões que colocas e como solicitas a participação de quem lê... cada um explora a sua veia criativa conforme mais gosta e sabe... :p

      Jokitas Femininas

      Eliminar
  9. Nunca pratiquei o Swing e nem penso praticar. Penso que quem se ama não pratica esse género de coisas. Não digo nunca mas penso que jamais, kkkk
    Beijo Nuno

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Raquel Pinto

      E pronto. Falaste está falado

      Bjuuuuuuuuuu

      Eliminar
  10. Nunca fiz swing e sinceramente é uma atividade que até ao momento não me cativa, mas aqui está o verdadeiro exemplo da diversidade de gostos e de fantasias sexuais.

    ResponderEliminar
  11. Atendendo a vossa convocação, Caro Nuno... Vim aqui dar o meu pitaco sobre o que penso do assunto.

    A entrevista já mostrou o quão complexo pode ser esse tema, onde o casal enciumados que são, se soltam quando estão junto com outros praticantes. Acho saudável que um casal experimente tal coisa... Oras a vida é uma só, porque não fazer o coração vibrar com algo dito imoral pela nossa sociedade moralista? Eu fico muito feliz de ver gente por ai experimentando novas sensações, novas emoções.

    No meu caso. Sou um Lobo solitário. Procuro viver minha vida na solteirice... Nunca tive uma mulher ou uma namorada (Por muito tempo), para saber como é de verdade lidar com esse tema, mas posso dizer que já participei de alguns ambientes de Swinger. Na minha 1º vez, rolou uma troca de casal no salão aberto, porém, foi só a troca de casal mesmo. A 2º vez rolou uma outra troca de casal, agora no quarto fechado. Eu diria que nestas duas ocasiões eu não estive 100%, um fator que só mais tarde vim a descobrir, o cansaço e o alcool no organismo me faz broxar. A minha 3º vez numa casa de Swinger foi com apenas a mulher que tava comigo numa cabine fechada onde eu consegui me soltar. A 4º vez foi a pior de todas, nem cabe o comentário. Acho que uma casa de Swinger não é um ambiente propício pra mim. Eu nunca me dei bem indo lá.

    Agora nesta terça, fui convidado a participar de um Gang Bang, será minha 1º vez. Vamos ver como me saio. Quiça eu conte lá meu blog, ai meu caro, eu vou querer a vossa opinião. HUAHUAHA

    Abraço, Campeão.

    ResponderEliminar
  12. Uma entrevista bem escrito .... eu mesmo não balançar. Eu sei que aqueles que o fazem, e é uma escolha provador. Eu não sou a favor nem contra. Eu acredito que cada pessoa tem seu próprio nível de conforto da sexualidade e eu os respeito por ele ...

    paz e amor
    1Manview

    Obrigado por visitar o meu espaço ... :)

    ResponderEliminar
  13. PQP!!!!! Morri na primeira gif!!!
    Afa, arriégua, que loucura
    kkkkkkk
    Quase fartei!!
    Abçs

    ResponderEliminar
  14. Ola boa tarde..
    Óptimo tema, somos swingers á mais de 5 anos, entramos por curiosidade, pelo desejo, fantasia, luxuria, por algo de novo, diferente.
    Fazemos trocas, as chamas toras: soft, hard.
    completa ou não. queremos é prazer seja ele qual for, com casais, singles femininas ou masculinos.
    ja fizemos gangbang e dogging carparking, isto tudo por curiosidade, mas gostasmos muito do swing, entrar num club e falar dançar e privar com muitos casais, swingar.
    Muitos casais enganam-se a si proprios, traem-se, ali nos não, sabemos o que fazemos, n andamos ás escondidas de ninguem. como existe muito pelos ditos casais normais, fora do swing.
    respeitamos a opinião , mas n de todos. não daqui do blog, mas sim da opiniao publica
    Bjs Blues

    ResponderEliminar