terça-feira, 5 de julho de 2016

Oferendas em Sexo Oral, Anal e/ou Lésbico...Assumir ou não assumir, eis a questão.

Gostar de sexo é normal e natural. Assumir ser lésbica ou homossexual já é mais complicado. Nem todas as mulheres assumem que gostam de certos tipos de sexo. Aos homens acontece o mesmo.


FAZER SEXO ORAL: » Todos os homens gostam que lhes façam mas nem todas as mulheres o fazem. Isto, infelizmente, entre os casais, ainda acontece. O homem gosta mas ser a sua mulher a fazer nem pensar nisso. Depois ...


HOMENS FAZER SEXO ORAL: » Muitos homens não fazem sexo oral às suas mulheres. Por fora com amantes, ou até com mulher a pagar para fazer sexo, fazem-no. Será que as suas companheiras não gostariam de ser presenteadas com tão doce carinho?


PRAZER LÉSBICO:» Tantas mulheres pensam em fazer amor com outra mulher. Muitas nunca o chegam a fazer. Mas diz quem já o fez que é um dos mais belos momentos ao nível do prazer sensual e sexual. Os corpos estremecem, a libido eleva-se, os sexos humedecem em pingos de seiva, qual mel de prazer, o delírio de amor, acontece.


SEXO ANAL: » Muitos homens nunca fizeram sexo anal com as suas companheiras. Fazem com mulheres fora de casa. Será que alguma vez brincaram, deram a entender, ou conversaram com a companheira sobre o assunto? Sabem se elas também o desejava fazer a fim de experimentar?

O que pensam sobre os factos que vos ofereço como forma de aguçar o vosso pensamento e imaginário?
.

10 comentários:



  1. Olá Sílvia Pinto, boa tarde!

    Olha, em primeiro lugar, dou-te os parabéns pelo belo tema que nos trazes.
    Posso dizer abertamente que, nessa matéria sou uma mulher "privilegiada", embora não realizada na totalidade, mas são outras contas.

    Vivo maritalmente, não sou propriamente jovem. O meu companheiro inicialmente gostava que lhe fizesse o oral, não querendo retribuir, Confesso que quem deu o primeiro passo fui eu, e nem te digo como. O tempo foi passando...Fomos-nos habituando e inovando...de seguida cedi ao anal... E para ele me fazer o oral, tive de o saber levar... Actualmente fazemos de tudo...com a devida prevenção. Nessa matéria somos felizes. Porque sei, que não terá necessidade de procurar na rua.

    bem sabemos que ainda existem muitos casais/Mulher/Homem, que não o fazem em casa... A Mulher porque ai jesus, que pouca vergonha e os homens, porque se calhar, até lhe sabe melhor a fruta da rua...
    Não defendo o meu companheiro. Mas, desde momento que no nosso quarto, nos nossos momentos íntimos começou a existir, preservativos e o gel de sabores, que dá para tudo. Onde usufruímos de todas as delicias do sexo, tenho a certeza que não vai à rua.
    Penso que existe muita falta de diálogo ente os casais casados/juntos, a respeito do sexo.

    Não condeno o amor entre mulheres nem entre Homens. As pessoas só têm que ser felizes e mais nada.

    Um texto muito realista. Gostei demais
    Beijoos

    Prazeres e Carinhos Sexuais

    Anjinha Sexy

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada amiga Maria dos Anjos pelo teu tão lindo comentário. Havendo diálogo e amor tudo é possível entre um casal que goste de desfrutar do sexo na sua plenitude. Tens toda a razão no que dizes. Se com o teu companheiro o sexo não é tabu recebe os meus parabéns. Gozem daquilo que é o ex-libris da vida. O sexo.

      Beijinho

      Eliminar
  2. Tema importante, como importante seria o diálogo, na vida de cada casal. Seria tudo muito melhor se, se acabasse de vez com o tabu "sexo na totalidade"...
    Haveriam muito menos traições. Muitas mulheres não têm a liberdade sequer, de se "abrirem" e se calhar até tinham vontade. Depois, muitas também procuram, fora, o Homem que lhe faça tudo, que elas desejam...
    Bem como, o Homem faz o mesmo, mas ele sai-lhe caro, quer? paga e bem, por vezes! Pois é.

    Comigo tudo funciona sobre rodas :) Identifiquei-me na ultima imagem...tal qual eu...no momento H.

    Adorei Silvia
    Bjus querida

    ResponderEliminar
  3. Bela e provocante postagem... o mais importante de tudo - o post mostra isso bem - é o diálogo, a compreensão entre o casal, permitindo-o fazer tudo dentro dos limites do amor de ambos, sem precisar buscar na rua...
    Bela publicação.
    Quanto à homossexualidade, isso é questão pessoal.

    ResponderEliminar
  4. Quando entre o casal casados, ou não, independentemente da da idade, são permitidas todas as vertentes do acto sexual incluindo todos os preliminares, tudo corre bem. E assim devia ser em todos o lares.

    Mas existem homens "machistas" que não valem nada...Salvo raras excepções.

    Postagem muito boa.
    Bjos

    ResponderEliminar
  5. parabens pelo post achei esclarecedor e as imagens muito lindas!
    Abraços

    ResponderEliminar
  6. Olá!

    Vejo na sua postagem duas questões distintas: os atos sexuais dentro de uma relação heterossexual e o relacionamento homossexual entre duas mulheres.

    Primeiramente, todo casal precisa mesmo se dispor a dialogar sobre suas preferências, desejos e fantasias. Os dois precisam conversar sobre o que gostariam de fazer, como e quando fazer, assim como se acertarem sobre coisas que não pretendem realizar, devendo haver sempre respeito mútuo quanto a isso. Tal entendimento é fundamental para que sejam felizes e acho que as situações que não agradam aos dois podem ser contornadas pela tolerância. Por exemplo, uma mulher pode não querer ter sexo anal e cabe ao marido respeitar assim como este, se tem esse tipo de interesse, deve compartilhar com a companheira e perguntar se ela se disporia a experimentar (excepcionalmente, sou um homem que nem tenho vontade de fazer). O mesmo raciocínio vale para o sexo oral.

    Quanto ao sexo entre duas mulheres, cuida-se geralmente de pessoas homossexuais ainda que muitas mulheres que o experimento de um ato libidinoso com alguém do mesmo sexo, por si só, não torna a pessoa homossexual e nem bissexual.

    Na atualidade, tem-se um número cada vez mais expressivo de mulheres que se identificam com o bissexualismo e há homens que apreciam estimulando a companheira porque podem ter atos libidinosos com mais de uma parceira simultaneamente. E ao que me parece as mulheres hoje tendem a sentir menos aversão pelas relações homossexuais sobre as lésbicas do que nós homens héteros quanto aos gays masculinos.

    ResponderEliminar
  7. Continuando...

    Sobre o argumento de que a mulher fazendo certas vontades do marido não haveria traições, considero relativo. Por um lado é verdade que muitos homens procuram na rua aquilo que não têm em casa pela recusa da esposa. Mas não seria apenas por causa das preferências sexuais que as traições ocorrem.

    Será que os maridos não poderiam se contentar com o relacionamento que têm em casa mesmo a esposa se recusando a fazer sexo anal? Pois penso que há sempre outros valores mais relevantes numa relação que facilitam a superação de pequenas incompatibilidades na cama.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  8. A mulher tem que ceder tanto, enquanto os homens...

    ResponderEliminar