sábado, 12 de novembro de 2016

Não vale a pena tentar fingir, ou negar, que o meu pensamento, não está em ti.


Não vale a pena tentar fingir, ou negar, que o meu pensamento não está em ti.


Que não te imagino beijando o meu corpo, pegando no meu pénis


e depois sentir as tuas "dentadinhas" e toques de língua na minha glande


Que a seguir pego em ti, te levanto, sentando-te sobre a bancada


onde te penetro e desfruto do teu sexo lindo, molhado, carente, delicioso


te pego pelas nádegas e te puxo para mim, sentando-te sobre o meu pénis


e depois te deixo "cair" sobre a bancada de forma carinhosa e te rego com o elixir do meu gozo


beijando de seguida o teu seio, puxando o teu mamilo carinhosamente com os lábios.

Não vale a pena tentar fingir, ou negar, que o meu pensamento não está em ti.
.

26 comentários:

  1. Respostas
    1. Chocolicia

      Ai se te pego... ai se te pego
      .................................

      Como pegar um corpo desconhecido
      Fazendo dele meu enérgico momento
      Se apenas o imagino belo, destemido
      Tão vibrante dentro do meu pensamento
      .
      Como pegar um corpo que silencioso
      Vive fora do alcance da minha mão
      Mesmo querendo esse corpo airoso
      Só lhe toco através da imaginação
      .
      Mas digo-te assim muito baixinho
      Que intensamente entre uis e ais
      Me dirias cheia de doçura e carinho
      Nuno, chega, pára, não aguento mais

      Eliminar
  2. Bom dia Nuno Filipe.

    Não negues, que o tempo é curto
    Entra em mim como puderes
    Toma o meu copo, faz dele um surto
    Consome-o como quiseres

    Beija-me ao teu jeito, lentamente
    Deixa-me que te beije com fervor
    Entrega-me o teu pénis fervente
    Não me negues este momento de amor

    Sinto as minhas coxas tremer
    Quando me pegas com carinho
    Entrega teu pénis ao meu prazer
    Que eu lhe mostrarei o caminho

    Penetra-me até às profundezas
    Leva-me ao delírio do gozo do teu elixir
    Não quero que finjas, quero ter certezas
    Que pensas em mim e no teu corpo fazes-me vir
    -
    Maravilhoso e muito intenso... A minha sincera homenagem a tão caliente post!

    Sussurro-te

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carolina Rodrigues

      Querida amiga retribuo como homenagem em resposta ao teu doce poema.
      .........................................
      Tua pele húmida com aroma de flor silvestre
      Meu corpo colado ao teu em beijos de erosão
      Nossas línguas entrelaçadas, desejos, tesão
      Gemidos, sussurros, suor em aroma campestre
      .
      Palavras sem nexo, entre êxtases intensos
      “Gritos” quebrando o silêncio do escuro
      Soltos palavrões que da tua boca, procuro
      Pernas entrelaçadas, sexos unidos, apensos
      .
      “Embebedam-se” nossos corpos de prazer
      Silêncios nos carinhos e espasmos ousados
      Onde nossas mãos são delírios procurados
      Pétalas de aroma no silêncio do teu gemer
      .
      Febris são os beijos que nós dois trocamos
      Lençóis testemunhas da nossa épica nudez
      Que sugam o aroma do carinho que talvez
      Mostre ao mundo a forma como nos amamos
      .
      São loucos os devaneios nessa forma de beijar
      Carícias molhadas num corpo a que não resisti
      Numa madrugada em que tanto suspiro por ti
      Flor silvestre, és o perfume do meu respirar
      ..................
      Espero que gostes.

      Bjuuuuuuuuuuuuu aromado

      Eliminar
    2. Hummmm, hoje estás "endiabrado." Gosto de ti assim e sempre assim, de qualquer jeito. Não adianta negar! :-)

      Sussurro-te

      Eliminar
  3. Imagens muito calorosas e intensas, como diz a amiga Carolina. Palavras que nos levam ao mais intimo da imaginação. Muito Bom.

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No esplendor de uma palavra tua
      Em que teus lábios são a pureza
      Calorosas e intensas em pele nua
      São as caricias da tua beleza
      .
      Quando nos levam ao imaginário
      Nos lábios aflora doce sorriso
      São teus beijos meu calvário
      Porque neles perco o juizo

      Eliminar
  4. Não vale mesmo a pena...
    Beijo
    Laura A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chega devagar, fino fogo em labareda
      Que arde na noção da nobre incerteza
      Voz calada de pensamento em queda
      De uma voz calada em afoita certeza
      .
      Nota como o arco-íris o céu ilumina
      Em líricos fios luzentes de ausência
      Quando o desejo arde e nos ensina
      Que a união encalha na transparência
      .
      De delírio dito na negação constante
      De uma convicção negada e sentida
      Vem dar luz ao anseio alucinante
      De uma verdade que arde, invertida
      .
      Òh sapiência de quem vez reclama
      De um vislumbre de fulgente cena
      Quando uma voz imaginária, clama
      Dizendo: Não vale mesmo a pena

      Eliminar
    2. E da nuvem que o arco-íris forma Cresce o desejo que na alma fermenta
      Perdendo o rumo de razão e da vida
      Que, em breve, o seu véu desvenda...

      Beijo
      Laura A.

      Eliminar
    3. Vai-se desvendar o véu?

      Ok...

      Beijuuuuuuu

      Eliminar
  5. Bem!! Quando assim és a rimar, imagino no resto. Upss... Parabéns pela postagem que aflora as sensações. Lindo!!

    Beijoos, Nuno.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No resto sou igual... PERFEITO..., lool

      Bjuuuuuuuuuuuu

      Eliminar
  6. Estou extasiada de prazer tanto pelas imagens como pela leitura dos poemas simplesmente maravilhosos. Adorava conseguir mas não tenho essa qualidade. Parabéns Nuno

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deusa

      Obrigado pelas tuas palavras carinhosas e elogiosas.

      Beijuuuuuuuuuuuu

      Eliminar
  7. LINDO, LINDO, LINDO, seus poemas são divinos e encantadores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Flor de Alecrim

      A nobreza da simpatia

      Beijuuuuuuuu caliente

      Eliminar
  8. Muito excitante este seguimento de gifs, faz-nos imaginar o que seria se...com...e...! :P

    ResponderEliminar
  9. Respostas
    1. Tu sim, és na minha imaginação pura poesia

      Beijuuuuuuuuuuuu

      Eliminar
  10. Sempre bem na junção das palavras com as imagens. bj Nuno :)

    ResponderEliminar