segunda-feira, 10 de julho de 2017

Génese do Lesbianismo:- Ser visto e agraciado, dentro dos parâmetros da PAZ, do Amor, e do Respeito.

.........................................................................
Ser lésbica é crime?

Muito já se escreveu sobre o lesbianismo. Felizmente que se continua a falar porque é sinal que o sexo é universal e não exclusividade do homem com mulher. 

O tempo em que era crime uma mulher ser lésbica ou gay, já não faz parte dos dias de hoje. Falando concretamente do lesbianismo, honro-me de escrever que, de amor proibido e não aceite pela sociedade em geral, hoje, é um facto consumado e a sua existência é vista com olhos de ver, e de aceitar, inclusive, entre as famílias mais tradicionais.


Resultado de imagem para tumblr, mulheres de mãos dadas, gifsExiste quem pense, infelizmente por mente menos atenta, para não dizer distorcida. se vir duas mulheres na rua de mão dada, já têm que ser lésbicas. Nada disso. Amigas, podem andar de mãos dadas, trocar vestuário entre elas, dormir juntas, até ser inseparáveis no seu dia a dia, e NÃO serem lésbicas.

Como se caracteriza o lesbianismo?

Uma parte da sociedade, felizmente muito pequena, considera o lesbianismo, uma maluquice, doença de cabeça, atrevimento de revolta para com os pais ou tutores, ou seja, será tudo menos uma questão de amor.

A verdade é que as normas por que se rege a sociedade, mudaram no seu conceito e, do impensável ver duas mulheres darem um beijo na Rua, que seja mais “intimo”, é hoje, aceite como um cenário de demonstração de amor, carinho, doçura entre dois corações que se gostam.

Mesmo assim, essa pequena facção da sociedade ainda considera o lesbianismo como um pecado e até como uma aberração da natureza. Completamente errada a “norma” de entendimento que essas pessoas professam. O lesbianismo, não é uma doença, mas sim, uma vertente sexual, onde existe puro amor, entre dois seres humanos, que simplesmente são duas mulheres.

O casamento entre mulheres já é permitido em muitos países incluindo Portugal. Mostra assim, o nosso País, ser um País moderno, sem preconceito, na mente da globalidade dos portugueses. Muito haverá por fazer em prol de uma sociedade livre, aberta, franca, no que concerne à génese sexual lesbiana mas, estamos no bom caminho e com muita garra e determinação chegaremos a bom porto, ou seja, a um fim feliz.

Imagem relacionadaO lesbianismo requer, respeito, amor, afecto, entrega corporal, mental e sensual. Tudo pode e deve começar por um carinho mais intimo. Depois... deixar que o amor faça a sua lei.

Não concordo que duas lésbicas ou dois homossexuais, andem na rua a fazer “cenas” desnecessárias de “afrontamento” a quem passa, ou a quem os olha. Quem olha, olha, quem circula, circula. Quem olha deve fazê-lo de forma discreta, respeitosa, educada, a fim de que quem circula faça o mesmo, nas suas reacções e formas de retribuição de carinho e amor.

Duas mulheres lésbicas que fazem do amor a razão da sua existência e entendimento de vida, não precisam de desvarios de rua, de se impor pela diferença gestual, mas sim, de AMOR no coração e liberdade, seja onde for, para se exprimirem dentro da sua escolha sensual ditada pela "voz" do seu coração.

Têm o direito de serem livres em tudo na vida, onde se inclui, como não podia deixar de ser, a sua intimidade, a fim de que vivam dentro da génese mais bonita que a vida oferece: PAZ E AMOR.
...........................
Nota: Aceitei com todo o gosto o convite do meu querido amigo Nuno Filipe para escrever neste maravilhoso blogue que já é um ex-libris da blogosfera sensual. Esta a minha primeira publicação. Espero que gostem.  Obrigada de coração, pela honra que me é proporcionada.
.

37 comentários:

  1. Bom dia querida amiga Flor de Alecrim

    Aqui, quem agradece sou eu, não só em nome pessoal, mas também, em nome da restante administração, toda a tua disponibilidade em escrever, para que este blogue seja cada vez maior e melhor na diversificação dos temas sensuais e sexuais.

    Queremos ser um blogue sem TABUS, aberto ao mundo sensual, onde todas as vertentes e Génesis sexuais, encontrem o seu ponto de encontro, passe o pleonasmo, divertindo-se, numa questão visual, de leitura, física e mentalmente.

    Sejas bem vinda e que aqui, te sintas bem, interagindo com os nossos milhares de leitores, que diariamente, nos fazem o obséquio de nos visitar.

    Beijinho para ti, querida amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Nuno Filipe. Obrigada meu querido. Vou agora para o escritório pois o trabalho chama por mim, mas confesso, que vou super emocionada com as tuas palavras.
      Um beijo grande. ADORO o blogue.

      Eliminar
  2. Bom dia,
    Hoje em especial à Flor de Alecrim, o meu aplauso para tão interessante artigo. Merece ser lido por todos e bem reflectido. Pois embora se diga que se apoia qualquer opção sexual que seja, mas, penso que ainda existe muito tabu em torno da mesma. Conheço duas raparigas namoradas. Uma delas é mãe de dois rapazes, foi casada, e ao fim de uns anos descobriu o verdadeiro amor numa mulher. Foi difícil para a família, mas já tudo passou. Hoje são felizes como nunca o foram. Portanto temos que aceitar. Olhar para o assunto como NORMAL.Principalmente RESPEITAR!!

    Bem vinda e sê feliz connosco.
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga Larissa Santos

      O Lesbianismo infelizmente ainda é mal visto pela sociedade. Hoje, menos que ontem. Amanhã, será menos que hoje. Assim, vamos caminhando até que um dia as lésbicas seja vistas como seres humanos que têm coração e amam como toda a gente

      Beijinho querida

      Eliminar
  3. Ser lésbica não é crime. É apenas uma opção sexual que merece ser respeitada por toda a sociedade. Nada mais a dizer sobre isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal e qual querida amiga Lenita Sousa

      A tua opinião deixou.me emocionada. Deixei escapar uma lágrima rebelde.
      Beijinhos querida

      Eliminar
  4. Muito obrigada pela sua visita e comentário, Lenita!

    Qto ao texto, nada contra, nada a favor, aliás, tudo o que não prejudique terceiros, é aceite.

    Um feliz dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga Céu pela sua visita e carinhoso comentário.

      Eliminar
  5. Parabens Flor por tao belo texto,ainda bem que alguem escreve sobre temas tao complexos mas atuais,respeito a cima de tudo e tolerancia.bjokas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Queriuda amiga Paula Silva

      É um tema complexo mas que faz parte do nosso dia a dia. É amor entre duas pessoas e nada mais, independentemente de serem duas mulheres.
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Olá, o texto é bom, é uma realidade perante a lei, infelizmente ainda é condenado no pensamento por algumas mentes das gerações antiga, no meu Algarve ser lésbica ou gay é aceite pela quase totalidade das pessoas, ao contrario por pessoas de outras regiões que ainda acham que é uma doença.
    Feliz semana,
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido amigo Existe Sempre Um Lugar

      Grata pela sua visita e comentário que muito gostei de ler. Ainda bem que no nosso Algarve a mente das pessoas está assim aberta e respeitam a opção referente à sensualidade de cada ser humano, pois as mulheres são seres humanos e merecem ser livres e felizes com a sua opção sexual
      Abraço

      Eliminar
  7. Muito bom esse texto, não podemos ser intolerantes a felicidade das outras pessoas. Meus parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.seminudez.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido amigo Arthur Claro

      Que feliz fiquei por ter gostado e elogiado o meu tema. Fiquei emocionada
      Abraço

      Eliminar
  8. Fico muito feliz por abordarem aqui um tema que me diz muito. Infelizmente ainda somos olhadas de lado.

    Obrigada Flor de alecrim é linda :)))

    Beijo melado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva querida amiga e companheira de outros locais. Somos olhadas de lado mas juntas e competentes, lutando contra a descriminação sexual, venceremos. Vamos chegar um dia a que seremos olhadas da mesma forma que um casal heterossexual. Acredito nisso
      Beijinhos querida.

      Eliminar
  9. Flor de Alecrim

    Recebe os meus sinceros parabéns pela tua abordagem a um tema que em muita cabeça ainda gera confusão ou é mesmo um tabu. As lésbicas existem e como tal deve ser respeitada a sua orientação sexual, pois são pessoas que amam e sofrem todos todos aqueles que se dizem gostar de outras géneses sexuais. Gostei muito de ler e recomendo a sua leitura atenta e ponderada
    O liberalismo sexual é hoje em dia uma realidade. Para quê negar isso?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido amigo Gil António

      És lindo. Amanhã lá nos encontramos para almoçar juntos. . Amei o teu comentário que me emocionou. Fico muito sensibilizada com comentários lindos como o teu
      Beijinhos meu lindo. Até amanhã

      Eliminar
  10. Depois de ler este artigo com a atenção máxima, tenho uma coisa a dizer; Todas, sejam as opções que forem, merecem o RESPEITO DE TODO O SER HUMANO.

    Parabéns pelo artigo . Desejo-te sucesso

    Bjocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida amiga

      Nem mais, Acordo total da minha parte. Grata pelo carinho e comentário
      Beijinhos

      Eliminar
  11. Respostas
    1. Sim meu querido amigo António, haja amor e havendo amor, há vida

      Eliminar
  12. claro que não é crime. eu não escolhi gostar de mulheres, quem me pode condenar por isso? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não. :)
      "Não concordo que duas lésbicas ou dois homossexuais, andem na rua a fazer “cenas” desnecessárias de “afrontamento” a quem passa, ou a quem os olha. Quem olha, olha, quem circula, circula. Quem olha deve fazê-lo de forma discreta, respeitosa, educada, a fim de que quem circula faça o mesmo, nas suas reacções e formas de retribuição de carinho e amor." - acho apenas que nenhum casal, homo ou hetero, deve ter manifestações exageradas em público. mas tenho tanto direito de mostrar o meu amor como qualquer outra pessoa.
      excelente texto. :)

      Eliminar
    2. Meu querida amiga bring it on

      Temos gostos iguais, ihhihihihi
      Não podemos ser condenados por isso, pois não?

      Eliminar
    3. Sem dúvida minha querida. Mas podemos andar normais sem aqueles gestos mundanos por vezes tão exagerados. Quem ama não precisa disso. Sim, deve-se mostrar amor, carinho, uma afago na pessoa amada, andar de mão dada, sorrisos de cumplicidade, um beijo sedutor, porque não? Claro que sim.
      Beijinhos minha querida.

      Eliminar
    4. sim, concordo com isso a 100 %. :)
      beijo, querida.

      Eliminar
  13. Toda forma de amar, é amor...
    Cada um deve viver a sua... aquela que lhe é apetitosa.
    Colocando uma imagem para você em Tuas Markas Blogspot.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia querida amiga

      Concordo a 100%. Vi a imagem que fala e ADOREI
      Beijinho

      Eliminar
  14. Que lindo o seu texto! Certamente, qualquer forma de amor é válida, digna de respeito e de preservação. Afinal, todos temos o direito à felicidade! ;)

    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia querida amiga Helena G.S.R

      Muita agradecida pela sua visita e comentário que muito gostei e com o qual concordo a 100%.
      Beijinho

      Eliminar
  15. O amor é maior que gênero, cor ou raça e é por isso que é amor. Hoje fica difícil de imaginar um mundo restrito ao H/M, branco, preto, amarelo, judeu, cristão ou muçulmano. Todos buscamos o amor e a felicidade e ainda bem que evoluímos. Somos seres humanos melhores.
    E viva o amor livre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia querido amigo/a Eroticamente Incorreto

      Tem a minha total concordância o seu comentário. Sem dúvida que, o AMOR é apenas isso: AMOR. O resto pode ser tudo, menos amor. Deixou-me muito feliz

      Eliminar
  16. Um belo e respeitoso texto, ao meu ver o amor e o prazer não está restrito apenas ao ser hétero. Adorei, a primeira imagem é muito excitante.
    bjss!

    ResponderEliminar
  17. É claro que não é crime. O ser humano é bissexual por natureza, o que há de contrário a isso, é convenção social e imposição religiosa. Na antiguidade a orientação sexual não era levada em consideração, os indivíduos eram livres, até advento da religião hebraica, que por necessidade, tornou a homossexualidade uma contravenção. Nenhuma outra religião antiga dissertava sobre tal assunto. A Nação Hebraica precisava crescer, ter descendentes e formar exército e, a manutenção dos costumes dos povos vizinhos entre eles, dificultava essa propagação. Com o tempo, a Igreja Católica na sua formação, adotou tal regra, tornando a homossexualidade e bissexualidade pecados mortais e passou a condena-las.
    Homossexualidade não é crime, crime é condenar o amor, seja ele da forma que ele for!

    ResponderEliminar