terça-feira, 28 de novembro de 2017

Sinto-me faminto do teu corpo suave

Imagem relacionada

Sinto-me faminto do teu corpo suave
Desejo tocar-te, beijar-te, em sedução
Acariciar-te com a palma de minha mão
Ouvir os teus gemidos cadenciados
Tocar teu cabelo, sentir o teu cheiro
Encostar a minha pele ao teu traseiro
Possuir-te virilmente sem pudor
De frente, de quatro, outros lados
Sorver o teu suor de aroma celestial
Passar a minha língua pela tua carne
De uma forma que consideres genial
Ouvir-te dizer: Já me vim meu amor
E PONTO FINAL
.

7 comentários:

  1. Delicado, sensual, perfecto... Una delicia.

    Besos.

    ResponderEliminar
  2. Pois amigo Nuno.... poema deliciosamente delicado, como foi dito.
    Uma espécie de toque poético.
    Excelente!!!

    ResponderEliminar
  3. Assim sim. Dá gosto ler poesia erótica, bela e sedutora, sem banalidades sensoriais. Enormes de beleza, poema e imagem.

    Abraço Nuno

    ResponderEliminar
  4. Imagem arrepiante de sedução. Bom poema
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Tantos poetas perdidos, deus meu ;))) Belas palavras

    Beijinhos melados

    ResponderEliminar

Deixe a sua opinião sobre o que acabou de ver e ler mesmo que seja menos positiva. Essa, nos ajudará a sermos cada vez mais exigentes nos textos que escrevemos e temas que abordamos.