sábado, 16 de dezembro de 2017

Meu sexo em teu sexo, brincando ( Poema Erótico)

Resultado de imagem para sexo gay de frango assado, gifs

Meu sexo em teu sexo, brincando
Teu clitóris inchado, será talvez
Um sacrilégio estar só roçando
E não o enfiar todo de uma vez
.
Pode ser até doce e apaixonante
Mas como explicar este carinho
São teus gemidos, elo provocante
Quando dizes, mete devagarinho
.
Nem sei como me aguento assim
Brincando nas húmidas bordinhas
Sem o meter forte, viril e por fim
Ouvir os teus ais, nas entrelinhas
.

13 comentários:

  1. Versos de me fazer crescer a imaginação 🙃

    ResponderEliminar
  2. Ui andas com umas vontades andas. Bjokas Nuno

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Na verdade, a qualidade literária (dentro da minha visão, não querendo impor uma regra a ser seguida, apenas opinião que pode até ser ignorada) não é das mais altas que já vi porque o texto é objetivo demais. Poesia trabalha subjetividade, sentidos dúbios; permite e até convida o leitor a fazer interpretações diversas. A poesia não pode oferecer uma imagem que todos dirão ser sexo. Tem que oferecer uma que diga isso e muito mais. Da forma como o texto está ele parece oferecer mote a um conto, mas não a uma poesia.
    No entanto e de fato, pouca coisas é tão boa quanto as fantasias e desejos que contextualizam a conjunção carnal. Isso mexe com o leitor e o convida a colocar as próprias no texto. Numa visão geral o texto falha como poesia por ser muito pobre de figuras, mas acerta em tema. Juntar este acerto a artifícios poéticos mais elaborados fará um poema ainda mais delicioso porque não brincará apenas com as fantasias de quem lê, mas também com os sentidos.

    ResponderEliminar

Deixe a sua opinião sobre o que acabou de ver e ler mesmo que seja menos positiva. Essa, nos ajudará a sermos cada vez mais exigentes nos textos que escrevemos e temas que abordamos.