sexta-feira, 20 de abril de 2018

GERONTOFILIA: Sabe do que se trata, sexualmente falando?.

........................................................................................
Vou tentar explicar por palavras de conceito simples do que se trata a GERONTOFILIA.

Geron, palavra de origem Grega, significa velho. Hhilia=Tofilia, da mesma origem, significa amor.

Ou seja: A GERONTOFILIA é uma parafilia que consiste em um/uma jovem ter atracção física e sexual por um parceiro/a idoso

Todos sabemos de “estórias” em que adolescentes, homens ou mulheres se apaixonam facilmente pelos seus professores, sendo estes bem mais velhos.

Não serão esses casos únicos mas serão certamente os mais falados. Acontece também os jovens se apaixonarem por um vizinho/a, inclusive até um familiar que seja meigo e carinhoso, como por exemplo o pai/mãe do amigo/a, os avós quando esses são, na gíria, um "pão" de velhote/a.

Regra geral, tal comportamento acontece porque esses jovens sofrem de auto-confiança nas suas capacidades sexuais. Falta de experiência, o que é normalíssimo na juventude, com mais ênfase na adolescência, leva, ou pode levar, a esses comportamentos.

Também existe quem associe estes comportamentos a qualquer transtorno mental que tenha sofrido durante a infância.

Por exemplo: Discussão entre os pais – normalmente ambos de mesma idade ou muito próxima – e depois surge alguém mais velho - avô ou avó, por exemplo - com a sua calma tenta serenar os ânimos. A criança absorve esses factores que muitas vezes a acompanha pela vida fora, com realce para a adolescência, quando o seu corpo e a sua mente começam a despertar para a sexualidade.

Outra situação é o não acompanhamento dos pais/tutores no que concerne ao afecto e daí quando adolescente se tentar arranjar na pessoa mais velha aquela compensação afectiva que não se teve em criança.

A GERONTOFILIA, pode ser - ou preencher, na sua essência - algo de grave?.

Sim, pode. Como acima escrevi, essa parafilia pode, pela ausência de carinho e afectividade, tornar-se algo obsessivo e perigoso, levando até a atingir graus de masoquismo.

Muitas vezes essa obsessão por pessoas mais velhas, inclusive idosas, começa a germinar na mente do/da adolescente, um desejo grave e feroz de fazer sentir na pessoa mais velha – que lhe lembra a mãe ou o pai, ou ambos, que discutiam, e não lhe davam carinho, e que depois imaginavam na cama a fazer amor/sexo – de sujeitá-los à humilhação sexual, ou até obriga-los a uma subordinação, sem que subordinado, tenha vontade própria de o quer ser.

Existem estudos, geralmente de psicanálise, em várias vertentes, como a psicologia, pseudo-terapia, psiquiatria, entre outras, que dizem esses adolescentes, uma manifestação do chamado complexo de Édipo – atracção reprimida ao nível mais afectivo, mais intimo, ou até desejo sexual, pelo pai ou pela mãe.

A psicoterapia é uma vertente que ajuda esses jovens a lidar com determinados comportamentos que podem ser graves, como por exemplo a humilhação da pessoa mais velha através de actos sexuais menos aceitáveis.

Numa próxima publicação falar-vos-ei de EFEBOFILIA. Concordam?

Espero os vossos comentários sobre a matéria em questão.

18 comentários:

  1. Bom dia Dtª Vanessa Flor. Parabéns pelo interessante texto. O nome, para mim, era desconhecido! Confesso. Ainda bem que nos trazes sempre temas didácticos, que nos enriquecem e muito. Obrigada. Gostei muito :))

    Hoje:- O que a alma quer dizer.

    Bjos
    Votos de uma Óptima Quinta-feira


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiguinha Larissa

      Grata pelo teu carinho e amizade.
      Beijinhos doces

      Eliminar
  2. Ola minha kerida Vanessa ja tinha ouvido falar e ja li também sobre este tema.Parabéns excelente para quem desconhece fica aqui este belo texto muito elucidativo. Bjokas princesa venha o próximo que esse sim nunca ouvi falar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Paula Silva

      Sempre uma querida e um doce de simpatia.
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Bom dia!
    Confesso que não conhecia pelo nome, nem pouco mais ou menos. Sei, sabemos que existe e sempre existiu. O que faz confusão à sociedade... Não opino se está certo ou errado. Mas, digo que o tema é muito interessante e elucidativo! :)))
    APLAUSOS.

    Beijinhos molhados :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Vandinha

      Grata pela tua presença e doce comentário. Estamos TODOS/AS sempre a aprender, não é verdade?

      Beijinhos querida.

      Eliminar
  4. Com respeito ao artigo, está de parabéns, a Vanessa. Andamos sempre a aprender, já que agora tudo tem nomes e acho bem!

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola amiga Dalila

      Sempre um carinho a tua presença e doces comentários

      Beijinhos fofos

      Eliminar
  5. Parabéns pela brilhante publicação. Sempre a aprender...

    Beijocas Vanessa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá João Pedro

      A vida compõe-se de aprendizagem diária não é meu querido?
      Beijinhos

      Eliminar
  6. As coisas que aqui se aprendem. Obrigado Drª Vanessa Flor, pelos conhecimentos que nos transmite fazendo com que fiquemos mais cultos a nível sexual.

    Bjo

    ResponderEliminar
  7. Que tema maravilhoso. Assim sim, vale a pena falar sobre sexo, mostrando e ensinando coisas e factos que sabemos que existem mas não sabemos, pelo menos eu não sabia, que nome se dava a esse facto, das pessoas mais novas desejarem sexualmente pessoas mais velhos, quiçá até, idosas. Parabéns e obrigado pela aula didática.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  8. Não conhecia esse termo e achei muito interessante. Obrigado por compartilhar conhecimento.
    Bom final de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderEliminar
  9. Um grande texto parabéns
    Bjs
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Como sempre, um texto pedagógico e interessante. Mas, como em tudo o que se refere a sexo, tenho alguma observações. Gostar de comer ou dar para um homem ou mulher mais velho pode ser extremamente gostoso. Eu mesma ja tive submissos e submissas com maior idade e nos divertimos muito. Concordo com voce que isso chega oa masoquismo, ao sadismo. Mas, faço parte daquelas que não vêm nisso um problema, mas sim uma outra forma de prazer, um tanto diferenciada e minoritária, porém sempre um prazer. Mas, acho seus textos muito interessantes por suscitar tais questões.

    Beijos sáficos

    ResponderEliminar
  11. Patologias envolvendo a sexualidade, sensualidade ou questões outras relacionadas ao sexo são muitas beirando o infinito.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  12. Vi um filme com título parecido! Um belo jovem que foi trabalhar num asilo...

    ResponderEliminar