sexta-feira, 11 de maio de 2018

Amor Gay - Luz reflectida no Escuro da Ignorância


Amar é amar e ponto final. Ninguém escolhe ser heterossexual, gay, lésbica, ou outra orientação, dentro da sexologia e da sua vertente de sexualidade.

Existe muita confusão no que concerne às tendências sexuais. Pergunta sacramental: É passivo ou activo? A verdade é que nem têm que ser uma coisa nem outra. Podem ser os dois versáteis – ser activo e passivo. Existe até quem curta apenas fazer sexo oral e não anal mas isso são outros temas. Vou falar-vos de algumas tendências/vertentes/opções sexuais.

1.ª “ Opção” sexual. ( Será um termo correcto? )

Não, não é. Não existe a opção sexual. Existe sim, a “orientação sexual”, visto que ninguém escolhe essa ou outra opção.

A pessoa nasce com o seu corpo e orientação definida. Ninguém se faz, ninguém se modifica, apenas por vaidade ou fetiche. Muitas vezes as pessoas ficam caladas no seu canto, vivem a sua sexualidade “fechadas” no seu “armário” como se ousa dizer. Algum homem escolhe ser heterossexual? Não, claro que não.

2.ª Existe liberdade de comportamento na vertente gay?

Existir existe. O facto é que para a opinião publica se aceita melhor um beijo em público trocado entre duas mulheres lésbicas, do que entre dois homens gays.

Claro que com o avanço das mentalidades, chegará o dia da liberdade total em que dois homens se beijem, se abracem carinhosamente, passeiem de mãos dadas, em qualquer local público, sem que sintam sobre si determinados olhares recriminatório.

Infelizmente existem sempre aqueles homofóbicos que são capazes de “provocar”, ofendendo através de palavras menos bonitas, e/ou até através de violência física.

3.º - Será que o heterossexual odeia o homem gay?

Não. Não odeia. Mas a verdade é que, quando lhe falam de gays, norma geral, ou não responde ou responde de forma mais dura, afastando-se por completo dessa orientação. O certo é que se calhar até vê filmes/vídeos sobres gays e, não desdenharia alguma vez ter sexo com um homem gay. 

Um gay pode ser “feminino” ou “masculino”. Um homem mais feminino nota-se através da voz mais fina e até de certos gestos que, mostra nas suas conversações e, inclusive nos trejeitos corporais. 
Seja como for, merece o maior respeito por quem quer ser respeitado pois ninguém é mais que ninguém, dentro da vertente sexual e sensual.

4.º Deve um homem hetero afastar-se de um amigo se souber que ele é gay?

Nunca. Jamais o deve fazer. No entanto, sabemos como a sociedade é cruel. Se um homem hétero for amigo de um homem gay, ou assumidamente gay, existem muitos outros amigos, inclusive colegas de trabalho, que criticam essa amizade, chegando ao cúmulo de se afastarem dessa relação de amizade que tinham anteriormente.

Embora hoje em dia os gay já possam casar a verdade é que ainda existe muita descriminação em relação aos mesmos, incluindo familiar.

5.º A família aceita com agrado e carinho o homem gay?

Infelizmente ainda existe muito caminho a percorrer nesse sentido. Regra geral, pelo menos em Portugal, a grande maioria das famílias não aceitam o filho/irmão/cunhado, ou outro grau de parentesco. Se uns – poucos – aceitam, a grande maioria não aceita, isto falando de um impacto inicial. Com o passar do tempo, vão aceitando, mas sempre evitando falar com outros familiares, sobre esse elemento gay,  seja ou não assumido.

Uma verdade indiscutível é que o amor entre gays/lésbicas, em nada é diferente ao amor entre heterossexuais., Existe até quem diga que esse amor é muito mais dedicado, profundo, sentido, sofredor, numa questão sentimental.

Qual a sua opinião sobre esta matéria?

10 comentários:

  1. Ola Fabio adorei o tema como tal posso te dizer que tenho imenso respeito pelas opcoes sexuais de qualquer um. Tenho amigos gays e lesbicas ate na familia o tenho e nao e coisa que me incomode nao sou homofobica nunca o fui. O meu sobrinho e gay e enquanto os pais nao o apoiam apesar da irma mais velha ser lesbica e a apoiarem o que acho isso uma total estupidez da parte deles eu dou lhe total apoio e sempre que precisar tem a tia do lado dele incondicionalmente. Bjinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Paula Silva

      Muito agradecido pelo teu comentário e expressa opinião. Cada um deve ser como é e, aceitar o outro também como é. A liberdade, incluindo a orientação sexual, deve merecer o respeito de todo e qualquer ser humano

      Beijinhos e bom fim de semana para ti também

      Eliminar
  2. Um blogue diferente mas não menos interessante! Um belo artigo para as mentes fechadas e casmurras. Gostei muito. Aceito cada qual tal como é! =))

    Obrigada pela sua visita ao nosso blogue que nasceu ontem!

    https://olharesedeslumbres.blogspot.pt/

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  3. Parabéns Fábio Luz, por este texto tão interessante. Concordo com tudo o que foi escrito por saber que o amor gay ainda não é visto como normal entre seres humanos. Ainda existem muitas reservas por parte de muitas famílias na sua aceitação.

    Beijinho Fábio

    ResponderEliminar
  4. Também estou convicto que se duas mulheres, em público, se beijarem, não cria o mesmo impacto visual, que causa, se forem dois homens. Se duas mulheres caminharem no hipermercado de mãos dadas, é quase normal e indiferente, para o olhar alheio. Mas se forem dois homens, o caso muda totalmente de figura. Todo o mundo olha e, na sua grande maioria, com olhar critico.

    Bom tema para discussão caro amigo Fábio Luz
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Post muito bom mas penso que só as mentes retrógradas e que usam termos que não existem como normal e anormal é que estão algo baralhados. não pode ser uma escolha, quem escolhe ser alvo de chacota , de tabu? Todos escolhemos e merecemos ser felizes e , reforço, apaixonamo-nos por pessoas e não por corpos.Beijos Fábio

    ResponderEliminar
  6. Bem vindo meu querido, Fábio. Aplaudo-te de pé pelo teu interessante maravilhoso artigo! É bom que se abram as mentes... :))) Muito com! :)))

    Beijinhos melados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falou a lésbica mais boazona do pedaço , beijocas boas!

      Eliminar
  7. Apesar de sermos um pais de velhos costumes, a sociedade está evoluindo.
    Post de parabéns
    Abraço
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Você foi muito feliz quando disse que não existe opção sexual, pois, realmente, ninguém escolhe.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderEliminar

Deixe a sua opinião sobre o que acabou de ver e ler mesmo que seja menos positiva. Essa, nos ajudará a sermos cada vez mais exigentes nos textos que escrevemos e temas que abordamos.