terça-feira, 31 de julho de 2018

No que consiste o SWING?: Haverá Vantagens e/ou Desvantagens na sua prática?

Hoje vou conversar convosco sobre um tema que não deixa de ser uma fantasia que muitas vezes surge na mente humana adulta e sexualmente ativa. SWING.

O que é na realidade o SWING? No que consiste?

O Swing pode ser individual ou colectivo. Tenho mais interesse em falar do SWING colectivo. A prática do SWING não é mais nem menos que, a troca de parceiros, em que tanto o homem como a mulher, fazem sexo com outro casal, trocando os parceiros, passe a repetição. Esses factos podem ser em conjunto, em locais separados ( quartos), com luz normal, à média luz, ou mesmo em quase escuridão total, onde não se vê o parceiro/a, apenas o/a sentindo presente.

Regra geral, embora não taxativa, nessa troca, não existe amor ou outro qualquer sentimento. Muitas vezes nem se conheciam antes. Apenas existe a troca e procura do prazer pelo prazer sexual.

Swingers

Existem diversas formas de fazer SWING: Destaco:

Soft swing: Troca de parceiros/as, onde existam as carícias, beijos, sexo oral, mas sempre sem penetração.

Hard Swing: Troca de parceiros onde, podem ou não existir essas práticas, embora em 99% das ocasiões existam, com penetração

Existe quem pense que o SWING só pode ser praticado em casas próprias para o efeito. Errado.

A prática do SWING é onde as pessoas quiserem: Casa própria, hotel, numa casa destinada ao efeito, campo, tenda de campismo, barco, etc etc etc.

A prática do SWING tem de ser de acordo com a vontade de ambos os parceiros?

Correcto. Essa prática tem de ser muito conversada entre quem tem essa fantasia. Jamais uma pessoa, por qualquer meio, inclusive a chantagem emocional, como por exemplo: – não fazes porque não gostas de mim – não fazes mas com outra pessoa até fazias – blá blá bla. Nunca isto pode acontecer

As vontades têm de estar perfeitamente definidas, com o acordo, pleno e total, sem qualquer impedimento ou constrangimento.

Nunca se pode esquecer que aquilo que pode ser certo para um, pode não o seu para o outro. A nível sexual, como em tudo na vida, nada pode nem deve ser feito apenas dentro da vontade de um parceiro, quando o facto disser respeito aos dois.

Swingers Foursome Group-Sex GIF

Haverá vantagens e desvantagens na prática do SWING?

Sim. Indico algumas vantagens:

A fantasia entre um casal: Por vezes as relações caem um pouco na rotina. Quando um casal é de mente aberta, onde se fale de tudo um pouco, e se chegue quase ao ponto de rotura ao nível do desejo e  interesse sexual, um impacto novo, pode ser, muito agradável.

Liberdade mental e sexual: Talvez a maior vantagens que uma pessoa pode ter quando decide praticar o SWING é a liberdade de estar com outra pessoa(s) sem sentir que está a atraiçoar o seu parceiro ou parceira. Não existe ciúme, culpa ou quaisquer situação análoga, pois ambos acreditam que, sendo de harmonia com a vontade de ambos, as coisas podem “rolar” sem preocupações e sem qualquer preconceito.

Conhecimento sexual: Muitos casais por uma ou outra razão não atingem a plenitude sexual, em todas as suas vertentes, dentro do sexo vaginal, oral e, essencialmente anal.
Umas vezes por vergonha, outras por, na sua opinião, a sua mulher ou o seu homem, não têm fantasias do género. Puro engano. Todo o mundo tem fantasias sexuais.

Hardcore Double-Penetration Swinger Foursome GIF

Existem desvantagens na prática do SWING?

Claro que sim. 

DESACORDO: Esse, será talvez, o maior obstáculo que surge para quem gostaria de experimentar o SWING. Não se chegar a um consenso é o mesmo que existir uma rotura total entre o casal. Ou é de acordo com a vontade de ambos ou nada feito. Forçar uma situação, fará com qu8e, posteriormente surgem problemas conjugais muito difíceis de resolução.

EXCLUSIVIDADE, quase sentimento de posse.

Essa situação quando se chega à prática do SWING termina por completo. Ninguém é de ninguém. 

Sabemos isso, mas a verdade é que, o respeito que existe, ou deve existir entre um casal, a nível sexual, quase torna, pelo menos por parte da mulher para com o homem, que este ( homem) considere a dita mulher como exclusividade sua. Ele pode saltar a cerca. Ela não.

Um factor que pode ser considerado desvantagem é a precaução que previnam as doenças venéreas. Mesmo que se conheça com quem se vai estar, nunca se conhece totalmente, a nível sexual, no que concerne à sua saúde física. Cuidados e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém.

O presente tema não tem nada de experiência pessoal da autora (Mariete Salema), mas sim, conhecimento em função de conversas com quem pratica.
..

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Masturbar o filho com deficiência motora profunda, quando esse é violento. Será crime de incesto?


Hoje, vou falar convosco sobre sexo, com relevância para pessoas com deficiências motoras profundas. É um tema que pode originar alguma confusão e/ou perturbação para muitos, não tanto para outros.

Muitas vezes certos homens e mulheres com deficiência motora profunda, quando atingem a idade adulta, tornam-se violentos, agressivos, batendo inclusive naqueles que mais os amam, os pais.

Estas pessoas merecem um estudo profundo pois muitas vezes essa violência não é mais nem menos que a libido alterada, precisando de terem um orgasmo. Não tanto as mulheres, mas também. O homem é, por uma questão genética, quem mais precisa de sexo, ou de ejacular, por exemplo em masturbação, a fim de se acalmar/em.

Uma grande maioria de pessoas tem a opinião que um deficiente mental não possui impulsos sexuais, ou seja, é uma pessoa assexuada. Não é verdade.
Não é fácil para os familiares lidar com situações do género e por isso devemos compreender, e não condenar, determinados factos e acções que acontecem entre pais e filhos, que se encontrem nessa situação.

Fausto, nome fictício, tem 22 anos de idade. Reside com os pais numa pequena aldeia do Norte de Portugal. Tem uma irmã, casada, a residir, em Lisboa.

A partir dos 18/19 anos, Fausto, que não fala, apenas saem alguns sons da sua garganta, começou a tornar-se violento para com a mãe - a srª Joaquina, nome também fictício, principalmente quando essa o despia e colocava na banheira - ou outra situação análoga - a fim de lhe dar banho. 

Notava a mãe que, quando o lavava nas partes íntimas, o filho, tinha erecção, embora ele próprio não soubesse o que aquilo era, mas notava a mãe que ele tinha prazer quando o ensaboava e passava água quente sobre o corpo, nomeadamente naquelas partes.

Como o banho terminava, ficava o Fausto muito violento, chegando a agredir a mãe, o que fazia com que essa passasse o resto do dia a chorar por não compreender a reacção do seu filho para consigo.

Embora envergonhava, certo dia contou à médica assistente do filho, esta situação, que se ia tornando cada vez mais assídua.

A médica olhou para a srª Joaquina dizendo: " Sabe a senhora do que precisa o seu filho? Precisa de ser estimulado sexualmente. Como ele não consegue ter discernimento para estar com uma mulher, se calhar se houvesse alguém que o masturbasse até ele ejacular, essa violência ou seria menos ou deixava mesmo de existir". Claro que existe forma de serenar esse impulso sexual com medicação. Há muitos medicamentos que reduzem a libido". Só que, nem sempre, produzem o efeito mais desejado.

A senhora Joaquina, mulher simples, ficou vermelha de vergonha, ao ouvir isto da boca da médica. Como iria ela arranjar uma mulher que masturbasse o filho? Talvez uma prostituta mas também não seria fácil os vizinhos virem uma mulher entrar lá em casa algumas vezes por mês. Ainda iriam dizer que era para o seu Homem, que andava pelos 50 anos de idade.

À noite conversou com o marido sobre o assunto. O que fazemos Manuel? Achas que a médica tem razão? Será que o nosso menino – era assim que carinhosamente tratava o filho – se acalmava e deixava de ser tão violento? Sabemos que ele não tem capacidades motoras que o ajudem a masturbar-se a si próprio, não sabemos?

Depois de algum silêncio, responde o marido: - Não sei mulher. Não acredito muito nisso mas o que havemos de fazer? Decide tu.

A srª Joaquina, mulher resoluta e de fortes convicções, dois dias depois, aquando no banho, o seu filho ficou excitado, começou a masturbá-lo, notando como o filho se acalmava e gostava. Chegada a ejaculação, ficou o seu menino totalmente calmo, voltando com a sua ajuda, para a cadeira de rodas, e consequentemente para o sofá.

A srª Joaquina aprendeu a viver assim. Masturba o seu filho sempre que esse surge mais violento e sente que esse é o mais eficaz “ medicamento ” que poderia usar para com o seu menino.

Na aldeia ninguém sabe que isto acontece. As pessoas não iriam compreender que a própria mãe masturbava o filho até à ejaculação a fim de o acalmar. Seria criticada por muitos, acreditando inclusive, que seria vista quase como uma mulher incestuosa o que seria dramático para com o seu próprio estado de saúde mental.

Com muitas mulheres deficientes profundas, passa-se o mesmo, embora não tão “necessitado”, digamos assim, como nos homens.

Podem estes factos serem de alguma dureza mental e grande preocupação? Podem e devem. No entanto, sou da opinião, que aquela mulher, pela sua coragem, determinação, e amor pelo filho, merece todo o respeito, consideração e admiração humana. 

Como ela, existem muitas mulheres e até homens, que masturbam os seus filhos, que vivem em elevada deficiência, e assim lhe fornecem o melhor “medicamento” que existe. 

Acreditem que essa acção nata tem de incestuosa, embora a LEI assim o considere. É simplesmente uma forma de vivência e comunhão familiar, elos e laços de coração, que só quem passa por essas situações, o consegue discernir, na mais pura acepção da virtude da acção.

- Numa situação análoga, seria o caro leitor e/ou leitora, capaz de "aliviar" assim o seu filho (ou filha) a fim de o acalmar? 
- Optaria por outra situação, ou seja, pagar a alguém que o fizesse, sabendo-se como são os laços de vizinhança nas aldeias?
- Qual a sua opinião sobre o texto que acaba de ler?
- Haveria algum juiz/juiza que fosse capaz de condenar perante a lei do incesto uma situação assim?
- Será que uma mãe, ou um pai, está a cometer incesto numa situação congénere?
....
NOTA: As fotos são retiradas da net
.

sexta-feira, 27 de julho de 2018

Sexo Anal - Directrizes para uma relação sexual segura.


Muitos homens nos seus silêncios de imaginação, interrogam-se muitas vezes, se existe risco no sexo anal, não existindo assim tanto, no sexo oral e/ou vaginal. 

Para muitos, existe sim, para outros mais esclarecidos, existem riscos em TODAS as vertentes sexuais, o que é verdade. Vou falar convosco sobre alguns riscos nas relações sexuais, bem como, nos cuidados a ter, aquando acontecem, mormente se for com parceiro ou parceira que não se conheça, e que seja do mesmo sexo.

A homossexualidade existe. É um direito que cada ser humano tem de poder viver em liberdade a sua opção sexual. Não deve existir recriminação, pois cada ser humano, é dono de si mesmo e responsável perante as suas acções. Falemos então de sexo entre homossexuais.

Qual o sexo preferido pelos homossexuais?

Não sendo regra geral, a verdade é que, o sexo com penetração, é o mais procurado e preferido, quando de uma relação gay. 
Assim, vou falar convosco sobre alguns cuidados a ter quando essa relação acontece.

Relação homossexual segura.

A forma mais fácil de um homem que tem relações sexuais com outro homem, contrair uma doença sexualmente transmissível, é o sexo anal, ou seja o sexo com penetração. Regra geral, essas doenças, tais como o VIH ( sida), tão comuns nos dias actuais, é uma doença muito grave. E, acreditem, não acontece só aos outros.

Acreditem que não será necessário haver penetração, para que se adquiram doenças venéreas. Basta roçar o pénis – a chamada brincadeirinha de excitação - pelo ânus, caso exista nesse, alguma ferida, que sangre, ou mesmo que, esteja em cicatrização. ( isto tanto em homens como em mulheres).

O uso do preservativo é importante?

Não só é importante, como sem dúvida alguma é indispensável, mesmo que se conheça bem o parceiro com quem vai existir a penetração. As infecções sexuais encontram-se muitas vezes onde menos se espera.

As doenças sexuais só acontecem no sexo anal?

Totalmente negativo. Já falei acima que roçar o pénis na entrada do ânus pode surgir uma doença.
Muitas doenças venéreas podem acontecer quando acontece o sexo oral – e esse é normalmente o principio de toda a relação – ou um simples toque na área afectada, como acontece no caso das herpes genitais (HPV = Vírus do Papiloma Humano), responsável pelo aparecimento de verrugas nos órgãos genitais, ânus e reto. Existem muitos homens que não gostam de usar preservativo numa relação oral. Mas a verdade, para sua segurança, e do parceiro, deveriam usá-lo.

Ejacular dentro do ânus pode causar doenças venéreas?

Verdadeiro. Ejacular dentro do ânus, fará com que, o sémen seja transmitido à corrente sanguínea, pelos vasos sanguíneos que existem no reto, e daí, poderem acontecer infecções graves.

Uma boa lubrificação no ânus evita totalmente a transmissão de doenças?

Não. Não é verdade que evite totalmente as doenças venéreas, embora ajude a preveni-las. Essa prevenção será sempre mínima em comparação com o USO DO PRESERVATIVO.

As doenças por contacto com a pele, podem acontecer?

Sim. Sem dúvida alguma, embora relativamente mais raras quando comparadas com a vertente penetração

Deve um parceiro informar o outro, que tem uma ferida ou fissura no ânus?

Sem dúvida que sim. Será mesmo fundamental que o faça, dentro do respeito que a vida humana merece. Mesmo que julgue ou até saiba – se é que alguém sabe no concreto se tem alguma doença sexualmente transmissível – que não está infectado, deve informar o parceiro desse facto.

Nunca esquecer que um boa higiene é fundamental quando se parte - e não só - para uma relação sexual, seja ela qual for.

Sendo parceiros usuais – até casados – podem fazer sexo desprotegido?

Poder, podem. Se é perigoso? Sim. Nos casos em que o sexo é feito de forma desprotegida, devem os parceiros fazer de forma regular testes médicos, de forma a monitorizar o seu estado de saúde, a fim de que, a felicidade de ambos seja perfeita, sem tabus, nem conceitos de receios de gozar na plenitude os seus desejos e ímpetos sexuais.

O homem é, normalmente pela sua condição humana, infiel. Raro é o homem que mantém ao longo da vida uma relação monogâmica. Ainda existem alguns - eu por exemplo, lol.

Também, por defeito, o homem (como muitas mulheres) guardam para si, a sabedoria de que são possuidores de uma doença, não a comunicando ao parceiro. Falo do caso homossexual em específico. Nunca o faça. Converse, na base da confiança, procurando de imediato ajuda médica, caso ainda o não tenha feito.

Não vos vou falar de tipos de doenças, facto que ficará para outra publicação, mas sim, serve este texto, para vos alertar de que o uso do PRESERVATIVO é o método mais eficaz a fim de evitar doenças venéreo contagiosas, seja homossexual ou outro qualquer.

Acredite que o preservativo é a causa maior de um sorriso feliz, franco e aberto, após uma relação sexual.

Entendidos meus estimados amigos e amigas?

quarta-feira, 25 de julho de 2018

Sacio-me sexualmente no suor da tua pele



Lambo o teu corpo num desejo aromado
Como um barco, navego pela tua pele
Faço dos lençóis a maresia das águas
Onde o nosso liberto suor perfumado
Em loucos ímpetos molhados nos impele
E limpa de nós a impureza das mágoas
.
Abraso-me no fresco silêncio do teu olhar
Nos gestos corporais da tua libertação
Numa noite louca de um sexo sem fim
Vagueio pela imensidão do claro luar
Perco-me nos contornos da nossa tesão
Ficando cativo do teu cheiro de jasmim
.
Nossos corpos rasgam-se pelo doce prazer
Em pedaços de pensamentos ousados
Que faz da noite o sorriso do nosso dia
Deixo-me perder nas linhas do teu ser
Masturbo-me nos delírios desencontrados
Sacio na tua pele a minha sede de fantasia



segunda-feira, 23 de julho de 2018

💕 Uma visita surpresa ... e um filme que nos acelerou a libido 💕 (Lesbiano)

Voltei, ao convívio com os meus amigos e amigas que adoro, neste blogue...Já vos tinha contado que as férias tinham terminado. A Márcia rumou ao Norte para trabalhar, eu ainda fiquei com uns dias de férias.

Imagem relacionada

Esta semana apeteceu-me fazer-lhe uma surpresa. Mesmo que seja um dia ou dois é sempre bom para quem passa semanas e semanas longe. Bem, a Márcia não esperava por mim, ficou numa felicidade que, parecia que já não nos víamos há muito tempo. Os nossos encontros são sempre muito emocionantes. Quando cheguei surpreendi-a no escritório onde trabalha.

Resultado de imagem para gifs lesbicas saudades

Só quem ama verdadeiramente sabe quão bom são estes momentos. Na verdade, fui por dois dias. Sobe a pouco. A Márcia está em casa dos Pais. Eu sabia que iam de férias por uma semana, aos Açores e por isso resolvi fazer surpresa.


Nesse dia à noite resolvi fazer o jantar. (massada de peixe), nós gostamos. Depois do jantar descemos para tomar café, mas nossa vontade não era passear, era estarmos no conforto do sofá, ou da cama. Decidimos ver um filme ( Elena Undone) no sofá, aconchegadas, uma na outra, trocando carícias de vez em quando...


O filme acelerou-nos a libido e, muito antes de terminar a nossa excitação falou mais alto...Eis que as carícias e outros preliminares nos conduziram aos mais tórridos momentos de amor. Como tínhamos a casa só para nós não existiram limites nem tempo...

Resultado de imagem para gifs lesbicas

Quem sabe o que é o amor entre duas Mulheres saberá que os carinhos e o sexo não tem limites é dar e receber de igual para igual. É desfrutar por todos os recantos dos nossos corpos. E pronto... São momentos nossos de um Amor puro ... Foram dois dias que passaram num ápice! 😍

Espero que gostem... 😍 Beijinhos ...👄

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Férias... pré-disposição em aventura sexual.

Normalmente quando chegam as férias o corpo humano fica mais pré-disposto ao acto sexual e às brincadeiras sensuais.

Imagem relacionada

Qual o homem, e/ou a mulher, que não gosta de uma brincadeira assim tão libidinosa e provocante?

Imagem relacionada

E depois não gosta de "viajar", através da luxuria, numa aventura sexual assim?


quarta-feira, 18 de julho de 2018

Férias: Banho de luxuria e arrebatamento sensual e sexual.

Continuando nas férias mostro-vos mais uma perspectiva que pode muito bem ser um momento de amor igual a tantos e tantos outros.

Resultado de imagem para sexo no banheireo, gifs

Depois de passar um dia na praia onde muitas vezes o calor é abrasador, fazendo com que o corpo fique suado e a areia se cole à pele, que melhor que um banho luxuriante a fim de revitalizar forças?

Resultado de imagem para sexo no banheireo, gifs

Deixando-se embalar pela temperatura da água, originado que a brincadeira atinja o auge do prazer mais lascivo

Resultado de imagem para sexo no banheireo, gifs

Culminando com o arrebatamento mais libidinoso que a mente humana pode alcançar
Quem nunca passou por momentos assim tão descontraídos?

domingo, 15 de julho de 2018

Depois das férias em albufeira, uma despedida, afrodisíaca.

As férias terminaram. O dia da partida chegou, a tristeza apoderava-se de nós. Não queríamos ficar com sensação de vazio, então, planeamos uma noite diferente, nesta, que se estendia por mais um mês. 

A Márcia preparou um jantar bem gostoso, um tanto afrodisíaco, acompanhado de um bom vinho. Claro que nos divertimos ao máximo, e a prova disso é a foto que me tirou. Vá, o vinho já foi bebido...brindámos...brincámos...

Já embriagadas de desejo, perdemos-nos num louco e apaixonado beijo, que nos levou ao delírio. Por vezes, os beijos com sofreguidão levam-nos ao limite da nossa excitação, onde acontecem momentos 


Como este, como não podia deixar de acontecer... Fizemos uma "despedida" ao mais alto nível. Fizemos amor como se não existisse amanhã. Chorámos de emoção, um misto de (alegria e tristeza) simplesmente porque estes vinte dias em Albufeira foram tão bem passados.💏

Somos muito felizes,  agora ainda mais, porque estamos noivas... Mas é preciso trabalhar para o grande dia. 😍🙏


Espero que gostem de mais um pedacinho de nós  💗

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Praia: Mulher provocante ... homem doidão.

Em tempo de férias, quantas vezes um homem, mais atento, estando na praia, não repara numa mulher que se remexe assim?

Imagem relacionada 

Provocante e provocando a libido do homem que ela repara que a está observando

Resultado de imagem para homem na praia de p+au duro na cueca. gifs 

Por isso haverá alguma admiração se um homem ficar assim doidão?

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Or@l: Qual o mais melado? O feito pelo homem, ou o feito pela mulher, ambos na mulher?

Penso que não existe mulher que não goste que lhe façam sexo oral

Resultado de imagem para sexo oral feito pelo homem à mulher, gifs

Um homem meigo fazendo oral delicioso, arrepiante, pura "loucura"

Imagem relacionada

Uma língua feminina fazendo um oral de fazer uma mulher arquear a coluna de gozo e prazer.

- Para si que é mulher, se já esteve nas duas situações qual a que gostou mais?
- Se nunca esteve numa situação como a 2.ª imagem mostra, gostaria de alguma vez estar?

segunda-feira, 9 de julho de 2018

No ser humano existe, a nível sensual e sexual, uma atracção fatal pelo:» ACOMIOCLITÍSMO


Falar de PARAFILIAS não é fácil pois, para além de estudos feitos e considerados certos e legais, existe sempre quem discorde e, na sua opinião, tenha um carácter diferente daquele que lhe é dado pela ciência e estudos de especialidade.

Através desses estudos os transtornos sexuais dividem-se em: disfunções sexuais, transtornos da identidade de género e parafilias.

Falando especificamente de parafílias – também conhecidas como anomalias, desvios sexuais ou perversões – observamos que apenas oito são distinguidos  e aceites pela ciência médica. Falamos de: exibicionismo, fetichismo, fetichismo transvéstico, frotteurismo, pedofilia, masoquismo sexual, sadismo sexual e voyeurismo. 

Outras e quaisquer perversões sofrem a denominação de parafílias sem especificação médica, e/ou cientifica. Dentro deste contexto está o:  ACOMIOCLITÍSMO.
Vamos então falar um pouco sobre o: ACOMIOCLITÍSMO

O  acomioclitismo não é nem mais nem menos do que uma enorme Atracção sexual por genitais depilados.

O tempo em que as mulheres, e falando especificamente delas, exibiam fartas “matas” de pêlos, na zona púbica, já terminou.

O sexo está muito evoluído, deixando de ser apenas como género de procriação, mas sim como forma de prazer e equilíbrio emocional.
Actualmente não existe mulher adolescente, pré-adolescente, meia idade e até mais idosa, que não recorra à sua esteticista a fim de que lhe seja eliminado o buço, definir sobrancelhas ou retirar o mais pequeno pelo que se vislumbre na zona púbica. Isto dentro da cada idade específica.

A verdade é que os pelos já tiveram a sua função de providenciar calor ao corpo e eliminar eventuais bactérias, mais apurada e activa do que hoje. 

A chamada depilação total que, ao que se diz, teve inicio no Brasil,  onde se elimina tudo ou quase tudo na zona púbica, ganha cada vez mais adeptos, principalmente entre as jovens mulheres – e não só - que optam por uma vulva totalmente careca de pêlos, pois garantem ser "mais higiénico", "estético" e aprazível a nível sexual, com especial e particular realce, para o sexo oral.

A questão é muito discutível a nível médico, mas a verdade é que, é um facto que, cada vez mais, faz parte da existência e vivência humana.

Na opinião dos médicos especialistas é bom não esquecer que com a retirada dos pelos, certas bactérias têm acesso livre, a fim de chegarem à região interior da pele, podendo ocasionar inflamação ou infecção, que precisará de acompanhamento médico. 

O atrito directo com a calcinha e absorventes são outros factores que aumentam a humidificação do local, responsáveis pela proliferação de bactérias e consequentes doenças. Por isso, não devem os pelos serem retirados na sua totalidade, mormente da zona púbica.

Muitos homens também já aderiram à depilação corporal, tanto ao nível dos sovacos, como em todo o corpo, com maior incidência na zona peitoral e pélvica. 

A depilação faz-se de diversas formas, desde a gillete, à cera, fitas depilatórias, "choques" de laser, gel,  entre outros.

Gostaram do tema?

sábado, 7 de julho de 2018

Sexualmente falando, será que você sofre da parafília denominada: - Odaxelagnia?


Nós homens, e muitas mulheres, sofrem de uma parafilia denominada: Odaxelagnia.

Você não sofre dessa “doença incurável”? Será que não mesmo?

Vou então explicar do que se trata antes que me atirem com pedras ou com “tomates podres”, lol.

Pois a Odaxelagnia  não é mais nem menos que: a excitação sexual que a pessoa tem em morder, e/ou ser mordida, durante o ato sexual.

Incrível dir-me-á. Logo eu que gosto tanto de dar umas dentadinhas carinhosas quando estou dentro dos preliminares, ou durante o acto sexual, inclusive aquando acontece aquele orgasmo doidão, profundo, que até faz tremer as pernas e abrir a boca, originando a apetência de dar uma dentadinha na parceira ou parceiro, lol.

Evidentemente que a Odaxelagnia, não é dar dentadas fortes e cruéis – isso é raiva de dentes, lol – mas sim aquelas dentadinhas carinhosas, meiguinhas, de puxar a pele, fazendo arrepiar. Ou seja: Não deixando de ser um parafilia, a verdade, é que é uma parafilia sustentada, romântica, que tantas vezes se dá e recebe. 

Quem não gosta de dar e/ou receber, daquela dentadinha no lóbulo da orelha, aquando de um abraço mais forte e apaixonado?

Quantas vezes quando se está na intimidade se dá aquela dentadinha no pescoço, originando que a parceira ou parceiro, se mexa e remexa, causando aquela tesão louca, forte, imparável, dentro do desejo corporal e intimo.

Confesso que “sofro” dessa parafilia. Adoro dar aquelas dentadinhas que não machucam, que fazem uma pessoa vaguear por um outro planeta, perder-se noutra galáxia, enfim, “viajar” por entre estrelas cintilantes, acabando por pousar num lugar conhecido de todos nós: Vale de lençóis.

E pronto. Sou um "doente" e não sabia, lol